Casa e decoração

Contratos de imóveis nos EUA sobem 2% em janeiro e superam o projetado

São Paulo - Os números de contratos de compra e venda de imóveis nos Estados Unidos avançou 2,0% em janeiro, de acordo com dados informados pela NAR (Associação Nacional de Corretores de Imóveis dos EUA) nesta segunda-feira (27). O índice atingiu 97 pontos.

O patamar demonstra uma melhora frente a dezembro, quando o indicador alcançou os 95,1 pontos, e também frente a janeiro de 2011, quando foi de 89,8 pontos. Além disso, o resultado do Pending Home Sales foi maior do que o esperado pelo mercado. Uma compilação de prévias feita pelo portal norte-americano Briefing projetava alta de 1,0%.

Entenda o indicador
O NAR's Pending Home Sales Index (PHSI) é utilizado como um sinalizador para os demais indicadores do mercado imobiliário norte-americano.

O indicador mede a atividade de contratos, ou seja, é baseado nos acordos assinados de compra e venda de residências do setor imobiliário norte-americano. Vale ressaltar, porém, que o contrato assinado não é contado como uma venda até que a transação esteja completa.

Topo