Decoração de ambientes

Móveis: consumidor da região Sul é o que tem gasto médio mais alto em 2011

São Paulo - No ano passado, os consumidores da região Sul apresentaram o gasto médio mais alto na compra de móveis para o domicílio. Segundo pesquisa do Data Popular, os consumidores desta região desembolsaram, em média, R$ 1.031 com móveis em 2011.

Em seguida aparecem os moradores do Sudeste, com um tíquete médio de R$ 841, e os consumidores do Centro-Oeste, com gasto médio de R$ 837.

Os consumidores da Região Norte gastaram R$ 791, em média, com a compra de móveis. Já os moradores da região Nordeste foram os que apresentaram o menor tíquete médio, de R$ 769.

Gasto total com móveis por região
No geral foram gastos R$ 41,7 bilhões em compra de móveis em 2011. Deste total a região Sudeste foi responsável por 46,7%,  o que representa R$ 7,9 bilhões.

Em seguida, aparecem as regiões Nordeste, com 20,9%, Sul, com 18,9%, Centro-Oeste, com 7,7%, e Norte, com 5,8%.

Cômodos
Com relação ao cômodos, na maioria das regiões, os brasileiros informaram que a prioridade nos investimentos em decoração é a sala. Apenas no Norte, o quarto é priorizado.

O quarto é o segundo cômodo a ser priorizado nas regiões Nordeste, Sudeste, Sul e Centro-Oeste, enquanto que, no Norte, a segunda opção passa a ser a sala.

Com exceção da região Sul, onde os entrevistados disseram que passam a maior parte do tempo na sala, nas demais regiões, o quarto é o cômodo onde as pessoas mais ficam.

A sala foi a segunda opção mais citada em quase todas as regiões, mais uma vez, com exceção do Sul do País, onde a segunda opção foi o quarto.

Topo