Casa e decoração

Decoração festiva é tendência na mostra Abup Show

CHRIS CAMPOS

Colaboração para o UOL

A 20a edição do Abup Show, que aconteceu entre os dias 26 de fevereiro e 1 de março, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo, está entre as melhores dos últimos anos. Depois de temporadas passadas um tanto mornas, cheias de repetições sobre o mesmo tema, o evento focado em profissionais da área veio cheio de frescor. Com muitos lançamentos e, principalmente, multicolorido. Reflexo do otimismo do mercado? A presença maciça do público parece confirmar essa máxima. Foi uma mostra festiva em todos os sentidos. Marcas tradicionais, como a M. Cassab e a Imeltron, capricharam no sortimento de peças de seus estandes. Novidades tecnológicas, que facilitam a vida em casa nesses tempos corridos, não faltaram: pequenas máquinas para resfriar rapidamente as bebidas, engenhocas mirabolantes para preparar café expresso, aquecedores compactos e potentes, eletrodomésticos feitos especialmente para cativar novos consumidores (como os liquidificadores da Disney, com formas que pareciam feitas para uma casa maluca de parque de diversões), só para citar alguns exemplos.

O design nunca esteve tão em alta. Das prosaicas espátulas de bolo aos eletrodomésticos, os lançamentos mais bacanas apresentados nesta mostra tinham linhas caprichadas. A nova coleção da italiana Bugatti – composta por máquina de café, espremedor de frutas e balança, todos em formato de cones invertidos – provocou suspiros nos visitantes mais sensíveis ao bom design. Mas tinha também varal retrátil, que parecia saído de algum filme de ficção científica, xícaras premiadas da linha Holaria para a Germer, prato especial para comer risoto (que mantém a comida aquecida por mais tempo) e os charmosos utilitários empilháveis da Joseph & Joseph, trazidos pela Abdalla Imports.

“Alice no País das Maravilhas”, como na Craft Design, também inspirou linhas de produtos na Abup. A We apresentou potes graciosos com alguns dos elementos mais famosos da história. Isso sem contar a explosão de cores em louças, panelas e eletrodomésticos. Máquina de fazer macarrão vermelho-sangue, pratos em cores cítricas e arrematados com filetes dourados da portuguesa Vista Alegre, xícaras com fundo escandalosamente alaranjado em uma das linhas mais festejadas da St. James e panelas de pressão alemãs de alta tecnologia nas cores do arco-íris. Ao que parece, os básicos não tem muita vez nesta temporada pincelada de alegria. Repetir essa tendência em casa parece uma ótima ideia.

Chris Campos é jornalista e editora do site Casa da Chris (www.casadachris.com.br)
 

Topo