Casa e decoração

Martha Stewart: Como se livrar dos mosquitos, de um jeito natural

Do Martha Stewart Living

A melhor maneira de reduzir o número desses insetos é evitar que eles se reproduzam. A fêmea do mosquito pode colocar até 200 ovos de uma vez em qualquer recipiente com água limpa. Em poucas semanas aqueles ovos se transformam em adultos. Para ficar livre disso, procure e elimine pontos de água parada, principalmente depois de chuvas: baldes, vasos, garrafas e qualquer outro objeto que acumule água e sirva de criadouro para os mosquitos.

Assim, remova o prato sob os vasos de plantas ou preencha-os com areia. Troque a água de fontes e de bebedouros de animais de estimação todos os dias. Certifique-se de que calhas e dutos estejam desentupidos, aparelhos de ar-condicionado sem vazamentos, e piscinas estejam limpas e cloradas.

Se você possui um espelho d’água ou outro tipo de elemento com água parada em sua propriedade, transforme-o em um habitat para peixes-mosquito (Gambusia affinis, espécie que se alimenta do inseto), ou trate a água com um produto que contenha Bacillus thuringiensis israelensis, ou BTI, uma bactéria que mata as larvas de mosquito, inclusive do Aedes aegypti, transmissor da dengue.

A bactéria não causa nenhum mal a plantas e animais domésticos, portanto pode ser utilizada em recipientes para espécies aquáticas e fontes onde passarinhos se banham. Contudo, não use BTI em brejos e outras áreas encharcadas, visto que os insetos são importantes para a sobrevivência desses ecossistemas.

Repelente natural

Eliminar toda a oportunidade de os mosquitos se reproduzirem na sua casa não é garantia de se livrar deles, entretanto. Um inseto adulto pode voar cerca de 30 quilômetros desde o lugar onde nasceu, então é provável que apareça algum no seu jardim.

Felizmente, há várias maneiras naturais de mantê-los longe. O óleo de citronela, extraído da folha dessa planta e encontrado em velas, pode desencorajar os mosquitos de se aproximarem. Entretanto, para a vela ser eficaz, depende da direção do vento e deve estar no mesmo ambiente em que estão as pessoas.

Spray de alho concentrado também provou ser efetivo em repelir mosquitos e pode ser usado em áreas maiores, como jardins e quintais. Deve ser aplicado periodicamente sobre plantas, árvores e gramados, em especial durante o verão.

Uma solução antiga e eficaz são as espirais à base de piretróides, composto químico sintético usado em inseticidas e repelentes. Essas espirais queimam como um incenso, produzindo uma fumaça repelente.

Os mata-insetos elétricos, bastante populares, podem ser considerados um desperdício de energia. Além disso, produzem um ruído alto e desagradável e matam indistintamente insetos perigosos e os do bem, como as abelhas.

© 2010 The New York Times Syndicate

Tradutor: Simone Capozzi

Topo