Casa e decoração

Conheça as obras dos arquitetos convidados da Bienal de Veneza 2010

Leonardo Finotti / UOL
Instalação com Starbrick, módulos de luz que podem ser usados como luminária pendente, de piso ou de mesa, criados pelo dinamarquês estabelecido em Berlim Olafur Eliasson imagem: Leonardo Finotti / UOL

SIMONE CAPOZZI

Da Redação

Uma das mais interessantes mostras que compõem a Bienal Internacional de Arquitetura de Veneza é a exposição dos arquitetos convidados. Na edição de 2010, a 12ª do evento, foram convidados cerca de 50 escritórios de vários países com a proposta de pensar as relações entre as pessoas por intermédio da arquitetura.

A diretora desta edição da Bienal de Veneza, a ganhadora do Pritzker Kazuyo Sejima, quer que os participantes reflitam quais os caminhos da arquitetura em um mundo em rápida transformação, com novos valores e estilos de vida. A fácil comunicação, ainda que muitas vezes feita apenas de forma indireta, e a sensação de viver em um mundo globalizado, muda o comportamento, a cultura e a economia. "É como se vivessemos em uma sociedade pós-ideológica", diz. 

O mundo mudou - mas quanto?

Assim, ao propor o tema "Pessoas se encontram na arquitetura", o objetivo da diretora é, por meio da interpretação de arquitetos de diferentes partes do mundo - e da reação das pessoas às suas ideias -, encontrar pistas sobre o futuro da sociedade, checar os efeitos dessas mudanças e encontrar repostas que facilitem o entendimento entre indivíduos e sociedades.

As formas que os arquitetos, engenheiros e artistas encontraram para se expressar são variadas. Há filmes, instalações, projeção de luzes e até projetos arquitetônicos. Veja aqui alguns deles.

A 12ª Bienal Internacional de Arquitetura de Veneza foi aberta dia 29 de agosto e prossegue até 21 de novembro. Além das exposições, há palestras, conferências, workshops, visitas guiadas e outros eventos. Mais informações sobre a programação em labiennale.org (em inglês ou italiano).

Topo