Casa e decoração

Zaha Hadid projeta escola para comunidade carente no sul de Londres

Zaha Hadid Architects / Divulgação
Embora não seja fruto de investimento público, a Evelyn Grace Academy ainda pertence a uma geração de escolas luxuosas, integrantes dos tempos de abastança do governo Blair imagem: Zaha Hadid Architects / Divulgação

SIMONE CAPOZZI

Editora do UOL Casa e Imóveis

O edifício que abriga a Evelyn Grace Academy, em Brixton, no sul de Londres, é o primeiro de Zaha Hadid na Inglaterra. A arquiteta nascida no Iraque é reconhecida internacionalmente, tem obras em várias partes do mundo, foi a primeira mulher a receber o Pritzker, prêmio de arquitetura comparado ao Nobel, mas jamais havia construído no país em que se formou arquiteta (pela prestigiosa Architctural Association) e onde se estabeleceu desde 1980.

  • Zaha Hadid Architects / Divulgação

    Implantação da escola projetada por Zaha Hadid em Bixton, sul de Londres. O volume amarelo acomoda as ecolas Grace Middle e Upper; no verde estão as Evelyn, Middle e Upper também

A Evelyn Grace Academy na verdade reúne quatro escolas, para alunos entre 11 e 18 anos. Faz parte do projeto ARK-Absolute Return for Kids, criado em 2004 para trabalhar junto ao Departamento de Educação e autoridades locais, patrocinado pelo mega-investidor Arpad Busson. O ARK tem por objetivo criar novas escolas e oferecer a jovens a oportunidade de acabar com a disparidade na formação em relação às classes mais abastadas.

Brixton, no sul de Londres, é tida como uma das áreas mais violentas da capital. O terreno de 1,4 hectare onde o prédio de 57 milhões de dólares está construído era um tipo de garagem para caminhões de lixo.

Quatro em uma

A escola lembra um pouco o museu MAXXI, em Roma, pelo qual Hadid acaba de ganhar um importante prêmio na Inglaterra, o Stirling Prize. Com 11 mil m², foi projetado para acomodar as quatro escolas e um total de 1.200 alunos: 270 na faixa de 11 a 14 anos em cada uma das Middle Schools; e mais 330 com de 14 a 18 anos em cada Upper Schools.

 

  • Zaha Hadidi Architects / Divulgação

    Diagrama de ocupação do edifício. As áreas em verde e amarelo correspondem às quatro escolas; as azuis são as áreas comuns e administração, no térreo, e, em cinza, instalações para prática de esportes e educação física, além de áreas para artes

As "escolas dentro da escola" estão organizadas horizontalmente para evitar a circulação dos alunos entre os andares. As duas Middle Schools ocupam o primeiro e o segundo pavimentos. As Upper Schools estão no terceiro piso. Instalações esportivas e outras, como laboratórios, ficam no térreo. Casa escola tem acesso independente, embora todas possam ser alcançadas pelo sistema de circulação central, passado pela recepção principal.

Zaha Hadid comemora que seu primeiro projeto na Inglaterra seja uma escola. "Escolas estão entre os primeiros exemplos de arquitetura que as pessoas vivenciam e têm um grande impacto em como as crianças crescem", diz.

É verdade. Embora os professores ainda sejam mais importantes, o prédio da escola pode influenciar muito no desempenho acadêmico dos alunos, enquanto estão lá e mais tarde. É pouco provável, entretanto, que astros da arquitetura com Hadid sejam convocados para construir escolas na Inglaterra, com os cortes orçamentários feitos pela atual coalizão liberal-conversadora que governa o país.

Topo