Casa e decoração

Mostra em São Paulo reúne 183 peças para contar a trajetória do design

Divulgação
Banco Peque-Peque, peça do designer Marko Brajovic fabricada com lâminas de bambu imagem: Divulgação

Da Redação

De 4 a 19 de novembro de 2010, o Senai-SP exibe a mostra "Da Referência à Tendência, Como o Design É Percebido". A exposição reúne 183 peças, divididas em três módulos referentes a períodos identificados simplesmente como passado, presente e futuro. Em cada módulo, há objetos que se tornaram referência de design, algumas criações recentes importantes e outras que pretendem descrever como será o futuro.

Para o espaço destinado à referência foram selecionados 20 objetos do acervo do Museu de Arte Moderna de Nova Iorque (MoMA). Esses exemplares demonstram conceitos da década de 1920 considerados revolucionários e, mesmo criados há décadas, são atuais por sua aplicação prática até os dias de hoje.

Já entre os selecionados para representar o presente, estão reunidos 150 produtos criados por designers que atuam em diferentes segmentos industriais. Os itens apresentam novas linhas estéticas, conceitos de conforto, sustentabilidade e praticidade para diversos setores, como de mobiliário, decoração, construção civil, vestuário, saúde, brinquedos etc.

Por fim, no núcleo futurista da mostra, estão reunidos 13 projetos desenvolvidos por grandes escritórios de design. De acordo com a organização da exposição, os trabalhos revelam soluções possíveis, baseadas nos avanços tecnológicos, que devem ser vistas até o ano de 2032.

Serviço:
"Da Referência à Tendência, Como o Design É Percebido"
Quando: até 19 de novembro de 2010
Horário: diariamente, das 9h às 20h
Onde: Espaço Fiesp
Endereço: Av. Paulista, 1313, Bela Vista, São Paulo (SP)
Entrada: gratuita

Topo