Casa e decoração

Inovadora grife de design italiano, Skitsch instala "flagship" em São Paulo

Fotomontagem / divulgação

Simone Capozzi

Editora do UOL Casa e Imóveis

Uma nova forma de produzir e comercializar design. Essa é a proposta da Skitsch, empresa italiana que acaba de abrir em São Paulo uma "flagship store", ou seja, uma loja planejada minuciosamente para apresentar ao mercado a identidade de uma marca.

A Skitsch traz a São Paulo sua linha completa de produtos, que compreende mobiliário, luminárias, objetos de decoração e acessórios para todos os ambientes da casa, inclusive jardins e escritórios. Todos trazem uma característica "skitsch" difícil de definir. Trata-se, sem dúvida, de um bom design, contemporâneo, marcadamente lúdico. A principal característica dos acessórios é aliar emoções que não se limitam à beleza e função.

Um time internacional de designers (no site da empresa consta uma lista de 37 nomes, entre profissionais e escritórios) produz para a Skitsch. Entre eles há nomes consagrados, como os dos brasileiros Fernando e Humberto Campana, do holandês Maarten Baas, do inglês Peter Marigold e do francês Philippe Nigro.

Ambiente simples para destacar produtos

Algumas peças da Skitsch já eram comercializadas no Brasil desde 2010 pela A Lot Of, loja do designer e empresário Pedro Franco, diretor geral da Skitsch no país. Além de São Paulo, a marca só tem mais duas lojas, em Milão e Londres.

A loja brasileira foi projetada por Luca Bombassei, do escritório Blast Architetti, também autor das "flagships" em Londres e Milão. Com o objetivo de destacar os produtos, o projeto tem o conceito de um museu, é sóbrio e elegante. O espaço, na Alameda Gabriel Monteiro da Silva, conhecido endereço das maiores marcas de design em São Paulo, em 250 m², em dois andares.

A Skitsch foi fundada em 2009 pela crítica de design e diretora de arte Cristina Morozzi, uma importante figura do design contemporâneo na Itália.

Topo