Casa e decoração

Bienal de Arquitetura quer ir além dos profissionais em busca do grande público

Joel Silva/Folhapress
Arquitetos trabalham na montagem da nona edição da Bienal de Arquitetura de São Paulo, na Oca do Parque Ibirapuera. A mostra fica em cartaz de 2 de novembro à 4 de dezembro de 2011 imagem: Joel Silva/Folhapress

ÉRIDE MOURA

Colaboração para o UOL

“Arquitetura para todos – construindo cidadania” é o tema da 9ª Bienal Internacional de Arquitetura – nonaBia –, inaugurada para convidados na noite de terça-feira (1º) no prédio da OCA, no Parque Ibirapuera, zona sul de São Paulo. 

Ampla e didática, esta edição da Bienal está voltada não apenas para profissionais e estudantes da área, mas também para o grande público, protagonista da arquitetura e formador de opinião, de acordo com o curador Valter Caldana.

A mostra organizada pelo IAB - Instituto dos Arquitetos do Brasil (Departamento São Paulo e Direção Nacional), estará aberta para o grande público a partir desta quarta-feira (2) até 4 de dezembro.

A estrutura

  • Tuca Vieira/Folhapress

    OCA do Parque Ibirapuera, em São Paulo, sedia a 9ª Bienal Internacional de Arquitetura da cidade

Além da OCA, outros espaços em São Paulo e nas cidades do interior do estado participam da nonaBia apresentando reproduções parciais das exposições.

Na capital, a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP (FAU/USP), a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Prebisteriana Mackenzie (FAU-Mackenzie), o Senac, a Universidade Cidade de São Paulo (Unicid), a Universidade de Guarulhos (UNG),  a Escola da Cidade, o Centro Universitário Belas Artes, as Faculdades Integradas Alcântara Machado (Fiam) e a Fundação Armando Alvares Penteado (Faap) funcionam como sedes paralelas.

Também estão programadas intervenções nos espaços de conexão das estações de metrô Sé, República, Tamanduateí e Vila Prudente, e ainda nas unidades do SESC de Araraquara, Bauru, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e São José dos Campos.

A Bienal

As visitas à Bienal podem ser feitas de terça a domingo, das 10h às 22h, com entradas a R$10 e R$ 5 para estudantes com identificação. Adultos acima de 65 anos e crianças com menos de 10 anos têm entrada gratuita. Visitas monitoradas de grupos e escolas podem ser agendadas pelo site  www.nonabia.com.br.

Um total de vinte mostras, que reúnem cerca de 400 projetos de mais de 30 países e de 20 estados brasileiros poderão ser visitadas na OCA. Conheça os destaques e programe-se:

Topo