Decoração de ambientes

Do lúdico ao "color block", a 26ª Casa Cor SP mostra tendências e estilos em 94 ambientes

Katia Kuwabara/ UOL
A Suíte da Menina, criada por Luis Pedro Scalise, é um verdadeiro aposento de um castelo de conto de fadas imagem: Katia Kuwabara/ UOL

Karine Serezuella

Do UOL, em São Paulo

Moda. Estilo. Tecnologia. Com este tema, os espaços elaborados por 90 profissionais de arquitetura, decoração, design de interiores e paisagismo compõem a 26ª edição da Casa Cor no Jockey Club de São Paulo. Neste ano, as três mostras - Casa Cor, Casa Hotel e a Casa Talento Fashion- somam 94 ambientes que ficam expostos até dia 22 de julho.

A maior exposição de arquitetura, design de interiores, decoração e paisagismo da América Latina propõe, nesta edição, traduzir como nunca tendências e estilos nos ambientes projetados. E essa proposta pode ser tão eclética quanto o possível, agregando espaços puramente clássicos aos lúdicos ou aos de uma unidade cromática quase avassaladora.

Mundos encantados e inusitados

A Suíte da Menina, de Luis Pedro Scalise, remete à fantasia, ao lúdico e às épocas céltica e medieval. Inspirado no novo filme da Disney, “Valente”, o quarto é um verdadeiro aposento de um castelo de conto de fadas. Tem escrivaninha  com banco em forma de sela de cavalo, ovelhas de pelúcia, estampas à moda escocesa e um armário com uma “passagem secreta”, que revela o banheiro.

Inovador e contemporâneo, o Loft Bolha, do arquiteto e designer Léo Shehtman, imprime uma perspectiva futurista, sem necessariamente identificar um perfil de público. O espaço minimalista se baseia nos conceitos de arquitetura efêmera, que se adapta a qualquer ambiente. A estrutura itinerante - coberta por uma lona cristal transparente inflável - não se impõe aos componentes visuais da paisagem. Em 80 m², o projeto articula três espaços: living, dormitório e sanitário, com predominância do branco em poltronas e no sofá iluminado feito de espuma inflável e saco plástico.

A cor, a Disco e o erudito

  • Katia Kuwabara/ UOL

    Cores vibrantes se espalham no Living Sabrina Sato, criado por Brunete Fraccaroli

Se na “bolha” de Shehtman as cores ao redor se encarregam de preencher o predomínio do interior alvo, o “color block” do Living Sabrina Sato, assinado pela Brunete Fraccaroli, é seu contraponto.  No espaço que homenageia a apresentadora, as cores vibrantes se espalham, com destaque para a mesa central de 14 m de comprimento, com superfície lisa de quartzo artificial em tons de laranja e vermelho. Outro chamariz fica em uma das paredes laterais à mesa, onde foram pendurados pratos em cerâmica com ilustrações de caveira, todos bem coloridos.

Seguindo a onda “technicolor”, o arquiteto Rafael Del Persio Junior traz as discotecas dos anos 1970 para dentro do Lavabo Social. As referências à moda do período aparecem nas listras e pontos brilhantes nas paredes dos sanitários feminino e masculino. “Nas cores rosa e grafite, que são hits da década, na utilização do strass em um painel e de globos de luz, remetendo ao brilho da era Disco”, acrescenta Del Persio.

Mais comedido, o Studio do Pianista, de Denise Barreto, têm espaços integrados e atemporais projetados para uma pessoa. A entrada, conta com um jardim de pedras ligado ao living de música e à cozinha gourmet. O ambiente integrado desencadeia o quarto de dormir e o escritório. “Logo que você entra, a cozinha é o ponto de atração, a identidade do ambiente está ali porque a cozinha articula todos os espaços”, explica a arquiteta. O “coração do estudio” tem um jogo de luminárias em cobre, pendentes sobre a mesa.

Entenda a Casa Cor

Para todos os gostos, o evento vem mais uma vez setorizado. Além das três divisões principais (Casa Cor, Hotel e Talento Fashion), a Casa Cor propriamente dita se subdivide em “Campo”, “Condomínio”, “Apartamentos” e “Penthouses”, enquanto a Casa Hotel reúne o maior número de ambientes dedicados às celebridades. Por todo o complexo, estão distribuídas as áreas verdes, além de lojas e uma praça de alimentação.

Serviço

Casa Cor 2012
Quando: de 29 de maio a 22 de julho
Horário: terça a sábado – 12h as 21h30; domingos – 12h as 20h
Onde: Jockey Club de São Paulo (av. Lineu de Paula Machado, 1.173)
Informações: www.casacor.com.br
Quanto: terça a sexta: R$ 39; sábado, domingo e feriado: R$ 45; passaporte: R$75 (estudantes e idosos pagam meia entrada)

Topo