Decoração de ambientes

Home office: dicas para ter um escritório funcional e bonito em casa

Carlos Piratininga/ Divulgação
Escritório idealizado pela arquiteta Maithia Guedes para um advogado, de estilo clássico e tradicional imagem: Carlos Piratininga/ Divulgação

Silvana Maria Rosso

Do UOL, em São Paulo

O número de profissionais que trabalham em casa vem aumentando dia a dia. Como consequência os espaços domésticos também estão se transformado para se adaptar: frequentemente um dos quartos é substituído pelo home office, cômodo cada vez mais comum nos projetos de novos imóveis, assim como na reforma de antigos. 

Adequando-se ao tamanho dos móveis e ao espaço disponível, "pode-se montar um home office inclusive no canto de um quarto ou sala", afirmam as arquitetas Cris Paola e Dani Barella, da BP Arquitetura Design. Para que funcione bem, o escritório deve contar com um mínimo: bancada - com espaço para escrever, apoiar notebook, impressora e telefone - e uma cadeira ergonômica são suficientes para quem não possui muito espaço. Em um ambiente maior, são de grande utilidade, ainda, um gaveteiro para guardar material e uma prateleira para livros ou outros itens.

Para os arquitetos do escritório FGMF (Forte, Gimenes e Marcondes Ferraz) não há exatamente um tamanho mínimo para o home office. Porém, ressaltam a importância da ergonomia, de modo que uma pessoa possa trabalhar confortavelmente. Considerando que o local de trabalho esteja entre paredes, o mínimo seria um espaço de 2 m por 2 m, recomendam.

Os arquitetos também explicam que a mesa ou a bancada de trabalho deve ser apropriada para a permanência por algumas horas; os monitores e equipamento de computador precisam estar adequadamente instalados e em alturas corretas para o uso. É importante que a cadeira proporcione ao usuário uma postura correta e confortável. Por esse motivo, as reguláveis são mais indicadas. Se houver espaço, opte também por uma chaise ou poltrona para as horas de estudo ou mesmo para relaxar nas pausas do trabalho, orientam os profissionais.

Ao pensar na disponibilidade de espaço e na distribuição dos móveis, leve em conta também se as instalações elétricas, de voz e dados do local atenderão ao uso, bem como as condições de ventilação e iluminação (foco dirigido, iluminação ambiente e luzes indiretas).

Topo