Decoração de ambientes

Complemente a decoração com aromas: saiba como deixar sua casa bem cheirosa

Getty Images
No banheiro, o perfume das decorativas velas aromáticas pode facilitar o relaxamento imagem: Getty Images

Karine Serezuella

Do UOL, em São Paulo

Flores, difusores de aromas, sprays de ambiente e velas perfumadas podem deixar a casa bem cheirosa e ainda estimular, com seus odores, sensações frescas e de limpeza, acolhimento ou relaxamento. A "decoração" olfativa é um cuidado que faz o visual da casa ganhar força -assim eleger o melhor aromatizante para cada ambiente é é uma tarefa delicada. Alguns não são indicados para uso em tecidos, outros podem ser intensos demais e acabar causando o efeito contrário: desconforto e incômodo.

Para cada ambiente, um cheiro

A escolha da essência é muito importante para que o aromatizante fique aprazível e não enjoativo. No quarto, você pode colocar sachês perfumados dentro dos armários e aplicar perfumantes próprios para roupas de cama, as chamadas águas de lavadeira ou de passar. Ainda neste cômodo, vale usar odorizantes elétricos ou difusores de vareta que liberam o perfume aos poucos, em pequena quantidade, durante o dia. Notas verdes e essências como a lavanda são bem vindas.

Na sala de estar, uma boa dica é dispor, em vasos ou potes de vidro, folhas secas com algumas gotas da essência de sua preferência. São os chamados "pout pourri". As notas amadeiradas ou florais combinam bem com este ambiente social, porque oferecem sensação de acolhimento.

Cuidados com os móveis e tecidos

- Os sprays odorizantes não devem ser direcionados para nenhum móvel ou tecido, porque podem causar manchas. Pulverize sem exagero no ar, de preferência o mais alto possível, a partir do centro do ambiente.
- As águas perfumadas, próprias para roupas, podem ser borrifadas, sem excesso, diretamente nas almofadas ou na roupa de cama. Lembre-se de esperar secar para voltar a utilizá-las.
- Caso não estejam em recipientes de vidro, não coloque as velas aromáticas diretamente sobre o móvel de madeira. Sempre use um apoio embaixo da vela porque, mesmo apagada, o próprio calor do ambiente pode soltar algum corante de sua composição e marcar o móvel.

Para o banheiro, a designer de interiores Cristina Barbara indica as velas perfumadas, cujo aroma, por ser mais duradouro e intenso, permanece no ar, além de serem decorativas. “Tomar um banho com uma vela acesa, de fragrância agradável, acalma e relaxa”, diz. Outra opção são os disparadores programados de essência, com sensor de movimento e que funcionam à pilha.

Apesar de algumas fragrâncias se adaptarem melhor a um ou outro ambiente, a escolha depende do estilo e gosto de cada um e de fatores externos à residência em si, como o clima. No inverno, você pode usar perfumes mais fortes, como de rosa mosqueta. No verão, entretanto, procure os que dão um efeito de frescor, como hortelã ou outras ervas aromáticas.

Flores perfumam e harmonizam

Independente do aroma, as flores decoram e ainda harmonizam os ambientes. A organizadora Carol Rosa recomenda a escolha de um vaso que acomode confortavelmente as flores, "coloque-o em um local que não atrapalhe a passagem, mas seja visível e perceptível olfativamente", diz. Ela completa a dica sugerindo dispor o arranjo em um local onde haja luz natural, benéfica para a planta.

Ao optar por determinada espécie de flor, certifique-se de que o cheiro desprendido lhe agrada, se pode representar perigo aos animais de estimação ou se é tóxica para crianças. Outra dica é utilizar flores e folhagens da época, visto que costumam ter custo mais baixo do que outras. Por exemplo, entre as flores da primavera, estão o crisântemo, o antúrio, o copo de leite, o girassol e a boca de leão. O crisântemo e a boca de leão possuem perfumes suaves, no entanto, as outras espécies da estação citadas não têm cheiro. Por isso, use-as combinadas com outros aromatizantes.

Anote: algumas espécies, por exalarem mais perfume, não devem ser colocadas em ambientes com essências de outros odorizantes. De acordo com Rosa, as mais cheirosas são o jasmim, o lírio branco, a gardênia, a lavanda, a flor de laranjeira, a frésia e o narciso.

Investir em aromas na cozinha?

  • Katia Kuwabara/ UOL

    Na bancada da cozida projetada pelo arquiteto Claudio Porsé, as ervas deixam o ambiente cheiroso

Existem no mercado odorizantes especiais para uso na cozinha, porém, Rosa não aconselha. “A cozinha deve ser o mais 'inodora' possível e estar sempre limpa. Isso já basta. Caso contrário, o aroma induzido pode interferir até mesmo na hora de preparar algum alimento”, explica.

Porém, há truques caseiros para eliminar odores desagradáveis ou indesejáveis. Por exemplo, se a cozinha ficou com aquele cheiro de óleo após uma fritura, espete cravos em uma laranja e a deixe na fruteira por uns três dias. A combinação deixa um aroma fresco no ar e ajuda a remover o vestígio de gordura. Outra dica é ferver canela ou cascas de laranja e/ou maçã por uns quinze minutos. O aroma da fervura neutraliza o odor indesejado.

Pequenas ilhas verdes - hortas em vasos ou floreiras - também garantem um perfume suave e natural à cozinha. A designer  Cristina Barbara sugere colocá-los em bancadas ou em um canteiro junto à janela. Segundo ela, o alecrim e o manjericão naturais são bons candidatos aos "mais odoríferos" entre os temperos. Cultive-os.

Topo