Construção e reforma

Banheiros de 2,9 m² a 12,45 m²: deixe-os funcionais, na moda e "amplos"

Flávio Florido/ UOL
Suíte do menino, de Gerson Dutra Sá e Ana Lúcia Salama, na Casa Cor SP era pequeno e moderno imagem: Flávio Florido/ UOL

Silvana Maria Rosso

Do UOL, em São Paulo

Por mais que o banheiro de casa seja confortável e amplo, sempre desejamos alguns metros a mais para instalar uma ducha, um armário maior ou, quem sabe, uma banheira.  Claro, uma hidromassagem não cabe em um ambiente de 2 m², mas, mesmo os banheiros enxutos e compactos podem virar confortáveis salas de banho, onde relaxamento e funcionalidade estão em primeiro plano. Para isso, basta ter um bom projeto e respeitar as diretrizes de ergonomia e conforto.

O tamanho mínimo padrão dos banheiros, adotados nos projetos de arquitetura, é de 1,2 m x 2,1 m, de acordo com o arquiteto Rogério Perez, que afirma ser possível acomodar um banheiro em áreas menores. Já para arquiteta Shenia Nogueira a área ideal para se obter um espaço confortável é partir de 3 m².

DICAS PARA DRIBLAR
A PEQUENA ÁREA:


• Leve em conta a ergonomia do ambiente além da circulação
• Os banheiros retangulares, em geral, garantem melhores resultados do que os quadrados
• Prefira as duchas higiênicas aos bidês
• Crie alternativas para armazenamento de produtos como nichos em paredes, prateleiras, gabinetes escondidos atrás de espelhos, gavetas etc.
• Adote materiais claros e espelhos generosos, para dar maior sensação de amplitude
• Móveis planejados aproveitam todo espaço disponível
• Prefira armários de frascos por trás dos espelhos e gabinetes rasos com cubas de semi-encaixe
• Não desperdice espaços com aberturas de portas e circulações secundárias, opte pelas de correr
• Reserve áreas maiores para os setores com maior utilização
• Aproveite a parte superior da bancada para armários com prateleira e porta de correr, evitando gabinetes "pesados"

Fontes: Ana Rita Sousa e Silva Brunete Fraccaroli, Marco Donini, Rogério Perez, Shenia Nogueira e Toninho Noronha

No entanto, as dimensões médias das salas de banho visivelmente muda de geração para geração, como ressalva o arquiteto Marco Donini, da Arqdonini. "Os banheiros antigos, por exemplo, eram imensos. Hoje, são bem compactos, mas as pessoas continuam do mesmo tamanho", brinca. Porém, segundo ele, a melhor forma de otimizar a área de um banheiro e preservar o conforto é a boa colocação dos equipamentos. "Esses limites serão ditados pelo bom senso, principalmente, do arquiteto em distribuir mobiliário, louças, box e – até mesmo - revestimentos", destaca.

Espaço fashion

Independente da metragem, opções modernas e de qualidade são o diferencial da composição do banheiro. O arquiteto Toninho Noronha aponta as louças em acabamento fosco, assim como o ressurgimento dos metais pretos - também “mate” - como itens interessantes para quem deseja inovar no projeto dessas novas vedetes da casa.

Com um mercado aquecido, fique atento às tendências que vêm se firmando há alguns anos a exemplo dos azulejos de grandes dimensões e claros, muito adotados pela praticidade de limpeza e durabilidade; das pastilhas que chamam atenção pela variedade de cores, materiais e formas de colocação; dos mármores e porcelanatos que enobrecerem os ambientes com sua diversidade de desenhos, texturas, matizes e tamanhos. No entanto, Nogueira alerta: "só um serviço de qualidade na instalação assegurará um resultado perfeito".

A pia sobreposta é outro elemento que continua em alta. "Esta alternativa passa sofisticação e está disponível em inúmeros formatos e tamanhos", afirma Perez que ensina como escolher os metais: "aposte no design diferenciado para não errar, combinando-o com os móveis e o estilo geral do banheiro."

MEDIDAS MÍNIMAS

• Box: 0,9 m x 1 m
• Largura do vão para o vaso sanitário: 0,7 m
• Altura da bancada: entre 0,8 m e 0,92 m de atura dependendo da louça

escolhida

Fonte: Alessandra Hurtado, da AHGA, Giselle Macedo e Patrícia Covolo

Para a arquiteta Alessandra Hurtado, da AHGA, as louças brancas e os metais cromados ainda são a melhor pedida. Atemporais e elegantes. Porém, se a ideia é modernizar o cômodo, a arquiteta Brunete Fraccaroli aconselha a aplicação de vidros coloridos ou impressos com imagens, acompanhando a têndencia do mercado.

Qualquer que seja a escolha decorativa, propiciar conforto na hora do banho é preocupação constante nos projetos. Boxes com chuveiros duplos, duchas massageadoras e com cromoterapia, nichos nas paredes que servem como apoio aos cosméticos são apenas alguns dos elementos a serem considerados.

Fora da área de banho, Donini lembra do aquecimento de piso e o secador de toalhas como recursos acessíveis e prazerosos no inverno ou o cuidado especial com a iluminação direcionada à banheira, criando climas e permitindo leituras.

Nogueira indica, ainda como ofertas interessantes, as louças e os metais sustentáveis munidos de dispositivos economizadores de água e de energia, como as conhecidas caixas acopladas e válvulas que dispensam diferentes quantidades de água nas descargas.

Segurança sempre

Seja o banheiro pequeno ou amplo – moderno ou vintage -, a segurança é fator prioritário. Por isso, prefira os pisos anti-derrapantes, principalmente, se for um espaço planejado para crianças, idosos ou deficientes.  As barras de apoio também são indispensáveis, instaladas próximas aos vasos sanitários e em qualquer projeto que há banheira com degraus de acesso.

Atente-se! Parece óbvio, mas tome cuidado em instalar tomadas em posições altas e bem longe do chuveiro, para evitar descargas de energia acidentais. Por sua vez, vidros e espelhos temperados e protegidos por película adesivada evitam acidentes causados por estilhaços no caso de quebra.

Na decoração, opte por tapetes aderentes e evite objetos pontiagudos, aconselha Perez.  Na lista dos itens de segurança, a arquiteta Ana Rita Sousa e Silva acrescenta a preocupação com a boa iluminação e o bom escoamento de água para os ralos. Estes, idealmente devem possuir aba de fechamento, a fim de evitar que insetos entrem no ambiente.

Topo