Vida em casa

Ar-condicionado demanda uso adequado e manutenção constante; veja cuidados

Getty Images
Ar-condicionado é de grande ajuda nos dias de calor, mas uso precisa serguir regras e recomendações imagem: Getty Images

Daniela Venerando

Do UOL, em São Paulo

Pinga-pinga, mau odor, filtros escuros, baixo resfriamento e aumento no consumo de energia são sinais de que seu aparelho de ar-condicionado precisa de uma manutenção urgente. De toda forma, é recomendável não deixar que esses sintomas apareçam para entrar em ação.

O ideal, para que o equipamento não tenha o desempenho reduzido e ganhe em durabilidade, é fazer a manutenção preventiva com a limpeza do filtro (que retém a poeira) a cada um ou dois meses, dependendo da indicação no manual de instruções do produto. Algumas marcas possuem a função “limpar filtro”, que ajuda no processo.
 
No entanto, em certos casos a frequência deve ser maior. “Poluição, ambientes com muito pó, lares com animais de estimação ou uma cozinha onde se faz muita fritura, exigem a higienização do aparelho com mais assiduidade, a cada 15 dias”, alerta Renata Leão, gerente da Engenharia de Serviços da Whirpool Latin America, detentora da marca Consul. Basicamente, apenas o filtro e o painel do eletrodoméstico podem e devem receber limpeza periódica e sem o acompanhamento de empresas especializadas.
 
Como cada equipamento exige um cuidado, antes de fazer a higienização caseira, leia atentamente o manual que acompanha o produto e siga as recomendações do professor do curso de especialização em refrigeração e climatização Faustino Tunoda, da Escola Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).    
 
- Desligue o ar-condicionado da tomada. Esse cuidado básico evita choques elétricos e acidentes graves.
 
- Leia o manual para checar o encaixe correto do filtro, que pode sofrer danos ao ser retirado e encaixado. Esse é um erro comum que acaba por prejudicar o funcionamento do aparelho. 
 
- No caso dos filtros laváveis, presentes na maioria dos condicionadores de ar, água e sabão neutro estão liberados para a limpeza. Assim, lave o filtro em água corrente e passe sabão com a mão ou com o auxílio de um pincel, nunca com instrumentos abrasivos como escovas de cerdas rígidas. Se os filtros forem do tipo não-lavável, a sujeira deve ser removida por um aspirador de pó. 
  • Getty Images

    Manutenções e limpezas complexas devem ser realizadas apenas por técnicos especializados

 
- Limpe o painel com um pano seco. Caso o item esteja muito sujo, umedeça o trapo para facilitar a tarefa, mas só reinstale o filtro quando tanto este, quanto o painel propriamente dito estiverem completamente secos. Sempre faça a secagem das peças à sombra e nunca as exponha diretamente ao sol ou fontes intensas de calor, como secadores de cabelo. Também é proibido o uso de produtos químicos sobre os itens – como limpadores multiuso, abrasivos ou álcoois -, que podem deteriorar o produto.
 
- Não limpe a parte interna do aparelho, pois é possível que algum componente seja danificado e, ainda, há o risco de acidentes elétricos. 
 
- Mesmo com esses cuidados, a limpeza completa da parte interna dever ser feita anualmente por um técnico autorizado da marca. O eletrodoméstico passará por um processo de assepsia que usa produtos químicos específicos, além de uma higienização completa de dutos, bandejas de condensado, desmontagem e limpeza de serpentinas. Em alguns casos, o processo pode demandar a substituição de peças.    
 
Maior durabilidade, uso adequado
 
Além da rotina de limpeza, alguns cuidados fazem toda a diferença na eficiência e durabilidade do ar-condicionado. O gerente de produto da Electrolux, Carlos Guimarães, sugere recomendações de uso simples e facilmente executáveis para que os aparelhos durem mais. Veja: 
 
- Só faça a manutenção anual para limpeza completa – ou pontual em caso de defeito - com assistência autorizada da marca, pois os técnicos recebem treinamento específico.
 
- Enquanto o equipamento estiver em uso, mantenha janelas fechadas e evite ao máximo a abertura de portas. Essas precauções poupam a sobrecarga do aparelho.  
 
- Opte por deixar persianas ou cortinas fechadas durante o uso, para evitar entrada da luz direta do sol no ambiente e o consequente aquecimento do espaço.
 
- Na praia, o cuidado deve ser redobrado: devido à maresia, o processo de corrosão do equipamento pode ser acelerado. Por isso, a manutenção periódica deve ser rigidamente seguida, bem como a frequência de limpeza. 
 
- Para o conforto térmico ideal, a regulagem recomendada da temperatura é de 23º C. Temperaturas mais frias exigem esforço extra do condicionador de ar e tendem a sobrecarregá-lo.    
 
- Não use sprays odorizadores dentro das unidades, os produtos podem causar danos e corrosão das peças.
 
- Instale aparelhos compatíveis com as dimensões do espaço a ser refrigerado. Um ar-condicionado que não seja compatível ao tamanho do ambiente pode não ter rendimento adequado e, até mesmo, ter sua vida útil reduzida.
Topo