Móveis e acessórios

Mudança: o que fazer com móveis durante uma ausência temporária?

Getty Images
Ao mudar de cidade, mesmo que por um tempo curto, avalie o mobiliário. Defina peças a vender ou doar imagem: Getty Images

Karine Serezuella

Do UOL, em São Paulo

Frente a uma oportunidade de estudos ou trabalho que o faça mudar de cidade por certo período, você provavelmente se questionará quanto a que atitude tomar em relação ao mobiliário da casa, independente se mora em imóvel próprio ou se é inquilino. Para aqueles que não querem se desfazer completamente dos móveis, o UOL Casa e Decoração reuniu alternativas e explica como alugar um box de empresas do tipo self storage. Assim, diante desta mudança temporária, calcule, escolha a melhor opção e viaje sem preocupações.

Casa própria ou aluguel?

Para quem é dono do imóvel onde mora, uma boa solução é alugá-lo pelo período exato da viagem. Para o instrutor sênior da empresa MoneyFit e especialista em educação financeira, Antônio De Julio, esta é uma forma de fazer dinheiro e custear a manutenção fixa da residência como IPTU, energia elétrica e condomínio sem ter que mexer no bolso. “Para evitar problemas futuros, convém fazer um contrato com o locatário para que este fique ciente do dever de entregar a casa em ordem ao final do tempo estimado de locação”, aconselha De Julio.

E o que fazer com os móveis? O educador financeiro considera que um imóvel mobiliado tem um “plus” quando comparado com um imóvel sem mobília e eletrodomésticos. Entretanto, é preciso se desapegar completamente ou alugar um box em empresas conhecidas como guarda-móveis, apenas para aquelas peças de valor afetivo e familiar. “É fazer as contas e ver se realmente vale a pena”, conclui.

  • Getty Images

    Se sua casa é alugada, não é viável manter a locação enquanto estiver fora da cidade

Por outro lado, se você mora em uma casa alugada, De Julio não aconselha manter o contrato durante a ausência, mesmo que por poucos meses. “É preciso calcular minuciosamente os gastos caso queira continuar pagando a locação, porque haverá também as despesas com o imóvel em outra cidade. O aconselhável é que estes ônus com moradia não ultrapassem 15% da renda mensal”, explica.

Uma saída mais financeiramente saudável é, se o proprietário do imóvel permitir, relocar a casa ou apartamento durante o tempo da viagem.

Alugar um box, doar ou vender?

Para a personal organizer e uma das sócias da empresa Espaço Ordenado, Ana Paula Vanzan, mudar de cidade, mesmo que temporariamente, é sempre um proveitoso momento para avaliar seu mobiliário e definir o que preservar e o que colocar à venda ou doar.  “Use as redes sociais para anunciar os itens a serem vendidos e pesquise quais as instituições que aceitam doações; existem aquelas que até mesmo agendam e retiram sem custo peças em bom estado”, recomenda a organizadora.

Contudo, analise as opções oferecidas por empresas de self storage (expressão em inglês que significa auto-armazenamento) ou de guarda-móveis para aquelas peças que deseja preservar e não pode ou quer manter dentro de casa. Nos boxes para locação do self storage, além do mobiliário propriamente dito, é possível guardar documentos, mercadorias, livros, equipamentos de esporte, objetos de decoração, roupas, sapatos e entre outros.

Neste tipo de serviço, o cliente pode escolher o box privativo no tamanho adequado à sua necessidade e pelo tempo que quiser. Para a gerente de marketing da empresa Rent a Box, Márcia Fruchtengarten, o que diferencia o sistema de armazenamento normal utilizado por muitas transportadoras do self storage é a privacidade, organização e segurança. “Somente o cliente tem acesso ao box e todo espaço tem monitoramento 24 horas, garantindo que tudo permanecerá em perfeito estado”.

O gerente de marketing da empresa StokArea, Rafael Matos, explica que o custo deste tipo de serviço depende do tamanho do box a ser alugado para comodar móveis e objetos. “Em média, o custo inicial de um depósito com dimensões entre dois e três metros quadrados é de R$ 200”, diz.

Entretanto, para saber se o custo-benefício do serviço é viável, faça um levantamento dos valores dos móveis e objetos a serem armazenados segundo seu estado atual e, em seguida, verifique o custo do box necessário para guardar todos os itens, calculando o dispêndio pela dimensão e tempo de aluguel do espaço.

Como você pagará por cada metro quadrado do depósito, o ideal é, quando possível, desmontar as peças. “Fique atento e condicione em um saco todos os parafusos, porcas e outras pequenas partes, junto ao móvel desmontado”, lembra Vanzan.

  • Divulgação/StokArea

    O box de empresas de auto-armazenamento pode ser locado no tamanho e pelo tempo que desejar

Organize!

Para um melhor armazenamento dos móveis, Matos listou outras orientações sobre higiene e cuidados:

- Limpe todos os itens antes de guardá-los.

- Somente guarde materiais não perecíveis.

- Embrulhe cada material, armazene em caixas e feche com fita adesiva.

- Identifique todas as caixas usando caneta de ponta grossa e faça uma relação dos itens guardados.

- No caso de empilhamento, armazene primeiramente os objetos maiores e mais pesados e, por cima, os objetos menores e mais leves.

- Para facilitar o acesso, deixe um pequeno corredor no meio de seu espaço de armazenagem e não apoie objetos nas laterais das pilhas de caixas.

- Coloque os itens com maior frequência de manuseio próximos à porta, caso seja necessário o uso. Em casos de armazenamento de arquivos, mantenha fácil acesso a eles.

- Certifique-se de que geladeiras, freezers e fogões estejam limpos e secos.  Deixe as portas semi-abertas e utilize o espaço interior para guardar elementos pequenos e delicados.

- Para aqueles objetos não-guardados em caixas, use capas, plástico bolha ou cobertores para proteção.

- Sempre utilize cadeados de boa qualidade e nas dimensões adequadas para trancar seu box.

Geralmente, estes boxes possuem um sistema de ventilação apropriado para proporcionar um bom arejamento interno. Mas não custa tomar medidas para evitar a umidade no espaço e o consequente comprometimento dos móveis: antes de posicionar qualquer móvel ou caixa, cubra toda área do piso de armazenamento com plástico bolha. Para Fruchtengarten, outro modo de manter a umidade longe, é colocar o mobiliário em cima de pallets de madeira, permitindo uma maior circulação do ar.

Casa desocupada, mas viva

Agora se a sua decisão é fechar a porta e deixar todos móveis em sua casa, durante o tempo que estiver morando em outra cidade, a personal organizer, Ana Paula Vanzan, recomenda que o mobiliário de grande porte seja coberto por lençóis. Outro cuidado é retirar da tomada todos os eletrodomésticos. 

Para manter a casa “funcionando”, em ordem e bem cuidada, peça para que um amigo, parente ou outra pessoa de confiança vá à residência, a cada 15 dias. “O ideal é que alguém abra as janelas, dê descargas e abra as torneiras, limpe a poeira, ligue a geladeira e a deixe funcionar o dia todo”, orienta.

CARIDADE QUE FAZ BEM: PARA ONDE DOAR MÓVEIS?

APAE de São PauloPara o bazar da entidade, são aceitas doações de materiais, entre eles, móveis novos ou em bom estado. Para agendar a retirada ou ter mais informações, ligue para o telefone 11 5080-7000.
Mercatudo Casas André LuizPara o bazar da instituição, que atende deficientes intelectuais, as doações da Grande São Paulo, região de Campinas e Sorocaba são retiradas através de atendimento pelo telefone 11 2459-7000. A entidade aceita somente móveis em bom estado de conservação.
Lar Escola São FranciscoO bazar da entidade comercializa produtos doados como móveis em ótimo estado de conservação. Para doar, ligue para o telefone 11 5908-7899.
Exército da SalvaçãoPara os bazares beneficentes da instituição são aceitas doações de roupas, móveis e outros objetos. Para a retirada dos itens, agende via telefone (4003-2299) ou através do site www.exercitodoacoes.org.br.
Portal da AjudaA associação recebe e distribui as doações para instituições previamente cadastradas. Para doar, ligue para o telefone 11 5181-1330 ou acesse o site www.portaldajuda.org.br.
Seara BenditaA instituição religiosa espírita aceita doações de roupas novas ou usadas, brinquedos, eletrodomésticos e móveis (em bom estado de conservação) para o bazar. Para doar, ligue: 11 5533-5172.
UNIBES - União Brasileiro-Israelita do Bem-Estar SocialPara o bazar da entidade, qualquer tipo de produto em bom estado é aceito como doação (móveis, roupas, acessórios, eletroeletrônicos, livros, utilidades domésticas, objetos de arte, decoração e até material de escritório). Para agendar a retirada ou obter mais informações, ligue para: 11 3311-7266.

 

Topo