Decoração de ambientes

Tons de azul e o cinza-roxo são tendências para decoração em 2014

Divulgação/Montagem UOL
O azul esverdeado suave, o azul iluminado e o cinza-roxo são algumas das apostas para o próximo ano imagem: Divulgação/Montagem UOL

Karine Serezuella

Do UOL, em São Paulo

As nuances de azul e os neutros reformulados são algumas das tendências de cores para 2014, apontadas pelas fabricantes de tintas. O azul esverdeado suave, o azul iluminado e o cinza-roxo são versáteis, podendo ser combinados com outros tons em um mesmo ambiente. Para suprir os fluorescentes de 2013, entram os matizes energéticos amarelos, laranjas e vermelhos. Conheça as apostas para o próximo ano e suas variadas aplicações na decoração da casa.

Azul delicado

Com base no estudo Colour Futures™ que determina anualmente as paletas de cores, a Coral elegeu como "a cor de 2014" o matiz “Lagoa Particular”, um tom de azul esverdeado suave e flexível. Em 2013, a escolha da marca recaiu sobre o "Violeta Inspirado", uma gradação do índigo com influência do violeta.

De acordo com o gerente de  marketing da marca, Renato Panzuto, a tonalidade pode ser aplicada em todos os ambientes da casa, na totalidade da parede principal ou mesmo em pequenos detalhes. “A proposta de combinação do verde com o azul pretende que, conceitualmente, ‘Lagoa Particular’ simbolize o equilíbrio e o desejo de descobertas”, explica Panzuto.

Para composições sutis, a sugestão é que a "cor do ano" se ajuste aos tons de rosa e ao ocre "quente", além de cores como verde-menta, esmeralda ou às tonalidades de madeira. Já para conseguir um visual mais moderno, tal verde-azulado pode ser associado a outras gradações de azuis e verdes, criando um efeito tom sobre tom.

Além do matiz “Lagoa Particular”, a Tintas Coral apresenta cinco paletas determinadas pelo tema-chave “Descobrindo o potencial”, são elas: “Revolução Silenciosa”, “Prova Substancial”, “Jardim Secreto”, “Étnico Urbano” e “Faça Agora”. “Com as pesquisas dos nossos especialistas, percebeu-se que, para 2014, o mundo tende a estar à procura de respostas, o que resulta numa gama de cores convidativa e excitante”, define Panzuto.

Os componentes da paleta “Revolução Silenciosa” são os brancos diferenciados e os matizes neutros médios como o “Gelo Sombreado”, “Branco Cru”, “Prata Fina” e “Pelicano”. O aspecto delicado das nuances permite trabalhar em um mesmo espaço texturas e materiais naturais.

Em “Prova Substancial”, aparecem também os neutros, porém, mais masculinos. Tons de gesso, tijolo, esmeralda escura e sangue-de-boi integram o conjunto colorífico. Ainda na família dos neutros, contudo, inspirada pelo universo feminino, a seleção “Jardim Secreto” reúne tonalidades de lilás, cinza e verde, todos com aparência enevoada.  

Por sua vez, “Étnico Urbano” agrega matizes de ameixa e vinho, além da "cor do ano" “Lagoa Particular”. Para Panzuto, os tons robustos dessa paleta proporcionam uma sensação familiar ao ambiente. Última categoria, “Faça Agora” agrupa cores vibrantes que sobressaem e se harmonizam numa desordem proposital. São exemplos o laranja-ardente, o lima, o violeta e o azul-céu.

Azul puro

Apesar de apresentar tons delicados no conjunto das cores-tendências, a Suvinil investe também em tonalidades energéticas a exemplo do azul “Curaçau Blue”, "a cor de 2014" selecionada pela marca. No ano de 2013, o dual verde-amarelado "Verde-limão" foi o tom escolhido pela empresa.

Segundo a designer de cores da fabricante, Ana Kreutzer, esse matiz “pode ser comparado ao céu limpo de um dia ensolarado”. Kreutzer explica ainda que “Curaçau Blue” tem inspiração no azul da bandeira brasileira, esta, ostentadora de cores em potencial evidência no design e em outros contextos por conta da Copa do Mundo.

A "cor do ano" da Suvinil, por ser iluminada, proporciona uma sensação de amplitude ao ambiente. Diferente do que acontece com outro tom de azul da empresa, “Escuridão”, que por ser mais fechado, cria um efeito de proximidade dos planos e, consequentemente, de maior acolhimento.

No total, 33 cores servem como referenciais para o próximo ano e estão divididas em três temas: “Pulsante”, “Elementar” e “Plural”. A paleta “Pulsante” abrange os tons mais fechados e densos das famílias dos azuis e dos verdes, além de nuances intensas dos violetas, vermelhos, laranjas e amarelos. “O vermelho puro e vibrante, chamado ‘Maçã do Amor’, inspira ação e movimento e representa bem esse tema”, avalia Kreutzer.

A paleta "Elementar" propõe o resgate da simplicidade através das variações de amarelos, laranjas e marrons, assim como nas tonalidades claras e fechadas de violetas, azuis e verdes. Em uma sala de estar, a composição  constante de azul "Chuva de Prata", verde "Pistache" e bege "Capoeira" deixa o cômodo social mais aconchegante.

Por fim, “Plural” é a diversidade de gradações dentro das famílias dos verdes, amarelos e azuis. Para Kreutzer, os tons puros do já citado “Curaçau Blue”, além do verde "Pau Brasil" e do amarelo "Quindim" traduzem o intento por traz da paleta referente à brasilidade.

O cinza-roxo

Como no correr de 2013, as nuances do cinza permanecem na moda para o próximo ano. A Sherwin-Williams, em sua cartela Colormix, anunciou "Exclusive Plum" como "a cor de 2014". Entre cinza e roxo, esse versátil matiz tem tonalidade variável e dependente da gradação tonal das cores com as quais for combinada.

“‘Exclusive Plum’ expressa a contínua tendência em direção ao cinza, enquanto aparenta ser fresca e nova”, define a especialista em cores da marca, Carol Derov. Pertencente à paleta “Curiosidade”, o matiz neutro é indicado para ambientes de convívio social.

Além dessa categoria, a fabricante apresenta outras três paletas: “Fundamentado”, “Diáfano” e “Intrínseco”. Com referência aos desenhos lineares e geométricos, “Fundamentado” é composta por um branco brilhante, o preto profundo e tons mais ou menos intensos de cinza como o "Gauntlet Gray".

Com foco na feminilidade, a coleção “Diáfano” traz o bege puro, o pérola e outras tonalidades que remetem aos cosméticos. Por sua vez, o azul "Georgian Bay" representa as cores mais intensas da categoria “Intrínseco”.  O tom cai bem em ambientes externos, combinado aos verdes e marrons neutros.

Topo