Últimas de Estilo de vida

Otimize o espaço aliando móveis bem pensados e eletrodomésticos de embutir

Getty Images
O espaço da cozinha de apês de até 50 m² é melhor aproveitado com uso de cooktop e forno de embutir imagem: Getty Images

Karine Serezuella

Do UOL, em São Paulo

Cooktops, fornos, lava-louças, máquinas de lavar roupas, micro-ondas e até mesmo adegas e cafeteiras. Esses e outros eletrodomésticos em suas versões de embutir são uma alternativa para otimizar o espaço no ambiente, sem deixar de atender às necessidades dos moradores.

No entanto, o melhor aproveitamento da metragem com o uso dos embutidos se dá sempre através do bom planejamento e da correta execução do projeto. Por isso, antes de investir nesse tipo de produto, conheça suas especificações na hora da compra e os cuidados para a instalação desses aparelhos.

Em micro- apês
 
A flexibilidade de instalação dos eletrodomésticos de embutir os torna bastante recomendados para a composição de espaços planejados em casas e apartamentos a mobiliar. Porém, a arquiteta Camila Casotti explica que, em caso de reformas que propõem esses aparelhos, provavelmente móveis - como armários planejados antigos - não poderão ser reaproveitados, porque novos nichos acabam sendo exigidos para a adequada acomodação dos equipamentos. Portanto, planeje as adequações com atenção.
 
O cooktop e o forno independente são uma boa saída para as cozinhas de apartamentos com até  50 m². Abaixo do cooktop, a parte inferior da bancada pode ser aproveitada para o armazenamento de louças, panelas e utensílios, enquanto o forno tende a ocupar um módulo menor e instalado na altura dos olhos, numa posição mais segura e ergonômica para o usuário. 
 
Por sua vez, as gavetas refrigeradas, freezers ou frigobares podem ser “camuflados” atrás de alguma das portas do móvel da cozinha, segundo recomenda a arquiteta Fernanda Pinheiro, que indica tal estratégia - em especial - para os apartamentos do tipo "estúdio". Para as lavanderias pequenas, uma dica é instalar a lavadora de embutir sob uma bancada. Assim, o espaço acima da máquina pode ser empregado como  apoio para os afazeres de limpeza e manutenção da casa. 

Compra e instalação

Assim como os eletrodomésticos comuns, os de embutir devem ser definidos de acordo com os hábitos dos moradores. No entanto, antes de comprar qualquer aparelho, projete muito bem a modulação dos móveis da cozinha ou lavanderia. Uma dica: utilize as medidas desses eletrodomésticos para a correta projeção dos nichos, os números podem ser consultados nos sites das marcas.
 
Também é importante examinar o manual de instalação do eletrodoméstico no processo de desenvolvimento do desenho técnico do mobiliário. Na brochura há dados sobre emissão de calor e peso, entre outros, que permitem determinar se o móvel suporta a carga do aparelho, se é resistente ao calor que será emitido pelo produto (no caso de cooktops, fornos e fogões) e indicar o melhor posicionamento da entrada/saída de água (quando necessário) e da tomada elétrica.
 

Cozinha planejada e sem erro!

  • Adriana Lorete/ Divulgação
O diretor de Avaliação da Conformidade do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), Alfredo Carlos Orphão Lobo, alerta que, desde 1º de janeiro de 2013, os fabricantes e importadores de eletrodomésticos apenas podem comercializar produtos que estejam certificados pelo órgão, com requisitos compulsórios de segurança elétrica. Por isso, procure pelo selo de identificação do Inmetro no produto ou embalagem. Para instalação, manutenção e cuidados gerais, Lobo recomenda que o consumidor siga à risca as instruções do manual de cada equipamento.
 
O gerente de engenharia de serviços da Whirlpool Latin America (grupo detentor das marcas Brastemp, Consul e KitchenAid), Fábio Marques sugere que o consumidor acione a assistência técnica autorizada no momento da instalação para garantir que a acoplagem do eletro ao móvel seja feita de maneira segura e correta. “Por exemplo, o produto deve ter espaço para ventilação natural, em especial os fornos ou fogões, que geram umidade e calor”, explica. 
 
Por serem fixos em um móvel, esses eletrodomésticos exigem atenção especial em relação à parte elétrica, especialmente durante a montagem. Mesmo embutidos, seus plugues devem ser conectados em tomadas de fácil acesso para possibilitar a simples desconexão em casos de limpeza, consertos e em situações de emergência.
Topo