Últimas de Estilo de vida

Saiba como escolher e manter ventiladores e circuladores de ar portáteis

Divulgação
Ventiladores são indicados para ambientes pequenos, para espaços maiores prefira circuladores imagem: Divulgação

Juliana Nakamura

Do UOL, em São Paulo

Para quem não pode ou não quer ter um aparelho de ar-condicionado em casa, ventiladores e circuladores de ar podem ser boas alternativas para dar um refresco na estação das altas temperaturas. Nos últimos anos, inovações tornaram esses aparelhos mais confortáveis, eficientes e funcionais. 

Ótimos exemplos de inovação são os modelos de seis pás - que oferecem maior força de vento e são silenciosos -, os aparelhos com repelente de insetos incorporado e aqueles com design mais compacto, como os circuladores em formato de torre. A motorização também evoluiu, tornando os equipamentos mais potentes e com menor consumo de energia. 
 
Nas lojas, diante de tanta diversidade, uma pergunta comum é sobre qual produto é o mais adequado para a nossa casa: ventiladores ou circuladores? De forma geral, os ventiladores são indicados para refrescar locais pequenos, pois emitem vento direcionado para um ponto específico. Esse tipo de aparelho também costuma agradar quem busca "rajadas" mais fortes. Já os circuladores distribuem o fluxo de ar produzido para vários pontos. Por isso, são mais recomendados para uso em cômodos grandes e com mais pessoas. 
 
Como comparar
 
Na hora de comparar ventiladores e circuladores de ar, é importante analisar alguns critérios. Carolina Giuntoli Rozenblit, gerente de produtos do Grupo SEB, detentor da marca Arno, explica que o consumidor deve buscar os equipamentos que entreguem um alto fluxo de ar, baixo nível de ruído, além de proporcionarem segurança e facilidade de uso. "Aparelhos que otimizem o consumo de energia também devem ser alvos na hora da compra. Atente-se para os que possuem classificação ‘A’ no padrão medido pelo Inmetro [Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia]", destaca.
 

Clique e saiba como manter a casa fresca durante o verão!

  • Getty Images

    Os bichinhos também sofrem com o calorão. Manter a casa arejada ajuda a confortá-los

Outro cuidado importante é verificar se o eletrodoméstico tem o tamanho adequado ao ambiente onde será utilizado, bem como a rotação ideal e a vazão que o usuário procura. Para alguns cômodos necessitamos de uma ventilação mais forte, caso das salas amplas.  Em outros, como os dormitórios, o arejamento pode e deve ser mais ameno. 
 
Juliana Simão, sócia da loja de decorações Sentido Cosmopolita, diz que o ideal é verificar as características técnicas do produto antes de fechar o negócio, para não haver surpresa após a instalação. "Outra cautela recomendável é verificar se empresa de origem é confiável e se oferece assistência técnica permanente", afirma. 
 
Manutenção e segurança
 
Com relação à manutenção, o principal cuidado que os aparelhos exigem é a limpeza periódica. O aconselhável, segundo Carolina Rozenblit, é limpar o ventilador somente com um pano molhado com água e sabão neutro, principalmente na região das pás, onde ocorre o maior acúmulo de poeira.
 
Ventiladores de mesa, parede, pedestal e circuladores de ar com diâmetro da hélice entre 26 cm e 60 cm são itens submetidos à certificação compulsória pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Isso significa que os produtos comercializados no Brasil precisam ser acompanhados de uma etiqueta confirmando a avaliação do órgão.
 

Ventiladores de teto se adaptam a decorações diversas; veja

  • Getty Images
Vale à pena ficar atento, também, às dicas de segurança dadas pelo instituto para a utilização segura desses aparelhos:
 
  • Ventiladores/ circuladores nunca devem ficar ao alcance de crianças, especialmente as menores cujos dedos passam facilmente pela grade;
  • Antes de realizar a limpeza do aparelho, desligue-o da tomada;
  • Não deixe o aparelho ligado sem necessidade. Ao sair do ambiente, desligue o ventilador / circulador;
  • Cuidado e atenção ao mover o ventilador/ circulador. Desligue-o primeiro, aguarde a hélice parar de funcionar e só então mova o aparelho para a posição escolhida;
  • O aparelho deve ser colocado sempre em superfície plana e estável;
  • Leia as instruções contidas na embalagem e no manual. Se não compreendeu alguma recomendação, ligue para o SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) do fabricante.
Topo