Decoração de ambientes

Veja dicas para adequar a decoração da casa à estação mais quente do ano

Getty Images
Para deixar a casa mais fresca, use cores claras, plantas e guarde os tapetes, ou substitua-os pelos de fibras naturais ou algodão. Cortinas leves ou as de palhinha dão um ar descontraído ao ambiente imagem: Getty Images

Juliana Nakamura

Do UOL, em São Paulo

Criar uma decoração apropriada para os dias mais quentes do ano não é uma tarefa difícil e que exija muito esforço ou investimento. Pequenas adaptações e intervenções são suficientes para deixar a casa com uma aparência mais fresca, confortável e alegre.

As dicas de arquitetos e designers de interiores passam pela troca de alguns revestimentos, sobretudo tapetes, cortinas e capas de sofás, e pela introdução de objetos leves. "A decoração tem forte participação no resultado final, sugerindo um clima de relaxamento e frescor", diz o arquiteto Paulo Gomes. Ele propõe o uso de cortinas claras, que controlem a incidência direta da luz mais deixem passar a brisa.

Tons brandos, como branco e palha ou na gama dos verdes suavizados, costumam ser ótimos para transmitir  "um refresco ambiental". Mas se você não tem paredes nessas cores, não precisa sair correndo para pintar a casa a cada mudança de estação. "A decoração não deve ser pensada como algo descartável, pelo contrário", destaca Carolina Mauro, sócia do escritório Suíte Arquitetos.

A arquiteta explica que a troca de acessórios, como as almofadas, pode causar grande impacto visual. "Outra intervenção simples e de efeito é adicionar plantas e flores naturais, sobretudo as mais coloridas, à decoração", explica. Nesse ponto, espécies de beleza exuberante, duráveis e que tolerem bem o calor devem ser preferidas, como as bromélias e as orquídeas.

Aposte na simplicidade

FLORES COMBINAM COM O VERÃO!

  • Getty Images

    Conheça flores e plantas que resistem bem ao cultivo em varandas e terraços e ao sol

Para o verão, Cláudia Pimenta e Patrícia Franco, sócias do escritório Arquitetura e Interior, no Rio de Janeiro, sugerem a combinação de capas claras e de tecidos frescos para os sofás e almofadas com estampas vibrantes. Tecidos naturais, como algodão ou linho, são indicados por serem confortáveis. Da mesma forma, estampas alegres e florais, além das rendas brasileiras, proporcionam ótimo resultado, dizem as arquitetas.

Outra estratégia é substituir os adornos escuros e visualmente pesados. Por exemplo, em vez de porta-retratos de madeira escura, prefira os de vidro e ou de metal. Aliás, vale lembrar que um ambiente equipado somente com os móveis essenciais, sem excessos, já garante as sensações de fluidez e arejamento.

A iluminação também pode e deve ser ajustada para a estação mais quente do ano. Segundo Pimenta e Franco, a preferência deve recair sobre lâmpadas frias com cor de luz aconchegante (amarela), que não aqueçam (literalmente) o ambiente. Uma dica para diminuir o uso da iluminação artificial, especialmente durante o dia, é colocar espelhos em pontos estratégicos para refletir a luminosidade.

Topo