Casa e decoração

Banheiros não precisam ser só funcionais; aprenda a decorar com estilo

Divulgação
A estante de madeira (freijó) multiplica o espaço do banheiro com sauna úmida. Os bancos indicam que o ambiente projetado pela arquiteta Silvana Lara Nogueira tornou-se também um espaço de relaxamento imagem: Divulgação

Marina Oliveira e Rita Trevisan

Do UOL, em São Paulo

Com apartamentos e casas cada vez menores, os banheiros também foram perdendo metragem e, com pouco espaço, só resta privilegiar os itens que tenham funcionalidade, certo? Não necessariamente. O banheiro pode, sim, ser decorado para acompanhar a ambientação dos outros cômodos da casa e, sobretudo, para se tornar um local aconchegante e bonito. E a boa notícia é que é possível deixá-lo mais interessante sem alterar na parte estrutural. Confira algumas dicas.

- Prateleiras são úteis para áreas pequenas, ajudam a organizar os itens do dia a dia e também decoram. Tais móveis dão suporte a produtos de higiene, além de receberem bem cachepôs com flores ou velas aromáticas. Porém, opte sempre por prateleiras feitas de materiais resistentes à umidade. De acordo com a arquiteta Flavia Machado, boas opções são o compensado naval e a madeira teca. Já para as áreas molhadas (como boxes), as prateleiras de vidro são as ideias, por serem mais fáceis de limpar.

- Aplicar cores nas paredes torna a área mais aconchegante. Na hora de pintar, a arquiteta Camila Klein indica as tintas epóxi, que são resistentes à demanda por limpeza frequente e à umidade. Outra opção são os papéis de paredes específicos para áreas molhadas, como os vinílicos.

- Tapetes deixam o banheiro mais aquecido e aumentam a sensação de conforto. Por isso, não tenha medo de incorporar um modelo que combine com o restante da decoração. O cuidado aqui, conforme lembram as arquitetas Cinthia Garcia e a designer de interiores Andréia Karalkovas, é escolher tapetes que sejam antiderrapantes, para evitar acidentes. Também é preferível usar tecidos que tenham secagem rápida. Para os que gostam de materiais naturais, estão em alta o sisal impermeabilizado e a cortiça. Os mais pesados, porém, devem ser reservados ao uso em lavabos.

- Quadros dão personalidade à área e podem ser pendurados na parede diante do espelho. Para uma ambientação harmônica, é melhor que os motivos das peças acompanhem as cores usadas no restante da decoração. Na hora de comprar, cheque se as molduras são resistentes ao vapor e ao contato com a água, para que o item não se deteriore em pouco tempo. “Vale lembrar que as paredes do banheiro abrigam canos de água e esgoto. Portanto, antes de furar, consulte a planta hidráulica do imóvel”, lembra Camila Klein. Caso não tenha acesso ao mapa hidráulico ou não disponha de identificadores de tubulação, os adesivos específicos para a fixação de quadros são alternativas. Todavia, é preciso respeitar o peso suportado e seguir as instruções corretamente.

- Cortinas de banho para isolar a área molhada são mais baratas do que os boxes de vidro e, quando coloridas, deixam o ambiente personalizado, divertido e um pouco mais retrô. As de plástico precisam ser trocadas de tempos em tempos, mas duram mais quando há ventilação no espaço, o que ajuda evitar o acúmulo de bolor ou mofo. Já para janelas, vale investir em modelos rolô, que tornam o ambiente menos frio. “Gosto das cortinas feitas com tela solar, um material sintético que possibilita a entrada da luz e da ventilação naturais e preserva a privacidade”, diz o arquiteto Luís Fábio Rezende de Araújo.

- Plantas dão vida ao banheiro e podem ser dispostas em vasos e cachepôs em prateleiras, nichos, na bancada da pia, em espaços abertos do gabinete e até na base da janela. Se houver espaço, esses apoios podem ser fixados na parede, formando um jardim vertical. O importante, porém, é escolher espécies de meia-sombra, que se adaptem bem aos ambientes com pouca luz, a exemplo do asplênio, do dinheiro-em-penca, da violeta, da miniespada-de-são-jorge, das bromélias, das begônias, dos lírios e dos antúrios. Para mantê-las bonitas, siga a rotina de cuidado exigida por cada espécie.

Topo