Casa e decoração

Verão está no fim, mas manutenção de piscina precisa continuar; veja dicas

Getty Images
A limpeza da piscina doméstica tem que ser frequente e quase sempre pode ser feita pelo próprio morador imagem: Getty Images

Juliana Nakamura

Do UOL, em São Paulo

Prover manutenção adequada para uma piscina doméstica não é tarefa simples. Além da limpeza física semanal, tratamentos com cloro (mais econômico), algicidas, clarificantes e/ou outros produtos químicos são necessários para garantir um banho de qualidade. 

Diferentemente do que ocorre com as piscinas de uso coletivo (em clubes, academias, etc.), não há qualquer obrigatoriedade de se tratar a piscina residencial com técnico especializado e, na maioria dos casos, o serviço pode ser feito pelo próprio proprietário. Mas em determinadas situações tende a ser mais seguro e prático contar com o apoio de um especialista, como para a manutenção de filtros e bombas ou quando a contaminação da água é excessiva.
"Manutenções de equipamentos  e da própria piscina devem ser feitas por pessoal habilitado. Já os procedimentos para a conservação da água limpa e saudável podem ser executados por qualquer pessoa que conheça as ações e produtos a serem utilizados", afirma Lucimara Ito, consultora técnica da Genco Química.
 
Atenção com o cloro
 
O engenheiro Vinícius Reis, da Piscina Fácil, explica que a periodicidade da manutenção de piscinas varia em função da demanda de cloro, não importando o material construtivo (alvenaria, vinil ou fibra). 
 
A frequência e a quantidade de cloro são influenciadas pela quantidade de usuários, pela temperatura da água e pela qualidade de filtração. "As piscinas devem registrar uma quantidade mínima de 0,5 gramas de cloro a cada mil litros de água para prevenir a proliferação de algas, bactérias e quaisquer organismos prejudiciais à saúde", explica Reis.
 
$escape.getH()uolbr_geraModulos($escape.getQ()embed-lista$escape.getQ(),$escape.getQ()/2014/a-agua-ideal-1394824634902.vm$escape.getQ())
 
Um erro comum a ser evitado é aplicar o cloro em excesso visando reduzir o número de manutenções. O cloro livre em piscinas jamais deve exceder a concentração de cinco gramas por mil litros de água, sob o risco de intoxicar os banhistas.
 
Todavia, as manutenções tendem a ser mais esporádicas se a piscina tiver algum tipo de mecanismo de cloração automático.  "Mas nenhum sistema de cloração é capaz de eliminar folhas ou qualquer detrito que venha a cair no tanque. Se as manutenções ocorrerem em intervalos muito grandes, a piscina pode ficar com aspecto sujo, mesmo que clorada", destaca o engenheiro.
 
Faxina física
 
Os processos físicos para limpeza de piscinas envolvem a remoção de folhas e materiais suspensos na superfície e depositados no fundo do tanque. Nesse ponto, cabem algumas dicas: a primeira delas é limpar a parte externa da piscina sempre no sentido contrário à instalação do reservatório. Isso para evitar que sujeiras do deck, do gramado ou do piso caiam na água. 
 
Marcio Antonio da Silva, encarregado técnico da Sibrape Pentair, lembra da importância de escovar o revestimento da piscina semanalmente para eliminar a formação de algas que se incrustam nas paredes. Esse processo deve ser feito em combinação com a limpeza das bordas e com a aplicação de algicidas (químicos). 
 
$escape.getH()uolbr_geraModulos($escape.getQ()embed-foto$escape.getQ(),$escape.getQ()/2014/equipamentos-para-limpeza-de-piscina-1394827743245.vm$escape.getQ())
 
O procedimento e a ferramenta para limpeza variam de acordo com o tipo de revestimento. Escovas mais duras são indicadas para a higienização de tanques de concreto armado, revestidos por pastilha, pedra ou azulejo, enquanto as macias se adaptam à escovação das piscinas de fibra de vidro. A escovação visa a limpeza da região da linha d’água, logo abaixo da borda do tanque.
 
Para limpeza das bordas, jamais devem ser utilizadas esponjas abrasivas em piscinas revestidas por vinil, apenas empregue as de espuma macia adicionadas de detergente biodegradável específico para essa função, também chamado de limpa-bordas, que apresenta baixa concentração de espuma e pH na mesma faixa da água contida na piscina. 
 
A faxina periódica da piscina não deve cessar durante os períodos de menor frequência ou inexistência de uso, porém ela pode ter a periodicidade reduzida. A água deverá continuar a ser tratada para evitar o risco de proliferação de larvas de mosquitos causadores de doenças. Cobrir o tanque com lona de proteção é importante. Outra dica é aproveitar o período de uso menos intenso para realizar manutenções mais profundas e melhorias.
 
Aliados importantes
 
Para realizar a limpeza é necessário dispor de algumas ferramentas básicas, como rede para coleta de folhas e aspirador específico. Outros dois equipamentos, motobomba e filtro, são de grande importância. Ambos precisam funcionar bem e, caso apresentem falhas, devem passar por manutenção ou serem substituídos.
 

A motobomba é a responsável pela circulação da água: ela faz a sucção através dos dispositivos instalados no tanque, força o líquido a fluir pelo filtro e retornar para a piscina. Entretanto, sempre que sua força de sucção estiver fraca, quando um vazamento for identificado ou quando seu ruído estiver fora dos padrões normais, agende uma verificação com um técnico para a avaliação de possíveis reparos ou substituições.

 

Dimensionado de acordo com o tamanho da piscina e quantidade de água (m³), o filtro também deve ser constantemente verificado. Para saber se esse equipamento está funcionando adequadamente, vale observar se a água que sai no processo de lavagem do filtro, também chamado de retrolavagem, está suja. "Se isso não ocorrer, pode ser hora de chamar um técnico para efetuar a substituição do material filtrante", afirma o engenheiro Vinícius Reis.

 

Tanto a motobomba, quanto o filtro têm vida útil variável de acordo com o modelo, a capacidade de ação e a robustez e pode atingir até quinze anos. Atenção: tais aparelhos devem ser utilizados mesmo quando a piscina estiver fora de uso. 

$escape.getH()uolbr_geraModulos($escape.getQ()embed-lista$escape.getQ(),$escape.getQ()/2014/mais-dicas-uteis-para-a-manutencao-1394832701778.vm$escape.getQ())

Topo