Últimas de Estilo de vida

Saiba como higienizar e aumentar a vida útil dos apetrechos de limpeza

Getty Images
Para limpar a casa, você precisa de utensílios; então dê manutenção adequada a eles imagem: Getty Images

Juliana Nakamura

Do UOL, em São Paulo

As ferramentas de limpeza como paninhos multiuso, baldes e rodinhos também necessitam de manutenção. A higienização desses itens faz com que a vida útil seja prolongada e ajuda a evitar doenças. Alguns equipamentos, como as vassouras, devem ter finalidades distintas: as de pelo são indicadas para pisos mais delicados, como os de madeira; as de cerdas mais resistentes, são melhor aproveitadas em superfícies rústicas, como a pedra natural ou o cimento. Mas além disso, elas devem ser mantidas em uma ou outra função para evitar contaminações.

Outro caso interessante, é o da esponja para lavar louça: quem nunca deixou uma completamente carcomida em uso? O hábito de usá-la "até o fim" pode ser muito prejudicial à saúde, porque o utensílio tende a concentrar bactérias e fungos. Assim, para orientá-lo e ajudá-lo a aproveitar melhor seus apetrechos de limpeza, o UOL Casa e Decoração fez um guia de higienização. Acompanhe!

Getty Images
O recomendável é substituir a esponja de lavar louças a cada uma ou duas semanas imagem: Getty Images

Esponja de lavar louça - Embora alguns fabricantes garantam a durabilidade de até 28 dias, a esponja para lavar louças deve ser trocada a cada uma ou duas semanas, de acordo com a frequência de uso. Primeiro, porque ela se desgasta e, também, por uma questão de higiene. A esponja tende a concentrar umidade e restos de alimentos, ou seja, é o lugar perfeito para a proliferação de bactérias e fungos que podem provocar gastroenterites e outras infecções, especialmente, em pessoas mais vulneráveis como crianças, idosos, portadores de doenças crônicas ou que estejam tomando medicações que reduzam a imunidade.
 
Como limpar? Após cada uso, a esponja deve ser lavada com água e detergente e, em seguida, espremida até que toda a água seja drenada. Segundo estudo do Grupo de Extensão para Segurança do Alimento da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", da Universidade de São Paulo (Esalq-USP), é importante que ao final do dia as esponjas sejam higienizadas com solução clorada (mistura de uma colher de sopa de água sanitária para cada litro de água limpa) seguida de enxágue. Recomenda-se, ainda, que a cada três dias seja feita uma descontaminação mais profunda. Para isso, você pode ferver a esponja em água limpa por cinco minutos ou usar o forno de micro-ondas. Neste caso, molhe completamente o utensílio, coloque-o em um recipiente de vidro e leve-o ao aparelho por um ou dois minutos. Depois de frio, guarde-o em local seco. Jamais deixe a esponja molhada ou na pia, junto com água e louça suja. Se mantido limpo e seco o item tende a durar mais.
 
Getty Images
Os panos de prato podem ser fontes de bactérias e fungos imagem: Getty Images
Panos de prato - Os panos de prato também podem ser fontes de bactérias e fungos. Por isso, o ideal é trocá-los diariamente. Outro cuidado importante é lavá-los separadamente. Para isso, coloque os panos de molho em água, detergente e alvejante sem cloro por cerca de 30 minutos. Se a água estiver quente, melhor, pois isso acelerará o processo de limpeza. Em seguida esfregue cada um com uma escova de roupas, enxágue bem e coloque para secar em local arejado.
 
Getty Images
O rodinho de pia deve ser lavado a cada utilização imagem: Getty Images
Rodinho de pia - Esse utensílio deve ser substituído sempre que a borracha estiver frouxa ou com saliências. Sua vida útil depende da frequência de uso e da qualidade do acessório. A falta de asseio se manifesta na forma de crostas de fungos e lodo na borracha. Quando isso acontece, em vez de limpar a pia, o rodinho só ajuda a distribuir contaminação. Para solucionar o problema, lave-o após cada uso com água, detergente e uma esponja de uso exclusivo (não use a de lavar louça!). Semanalmente, higienize-o com água sanitária: deixe-o de molho por dez minutos em uma mistura de um litro de água limpa e uma colher de sopa de água sanitária. 
 
Getty Images
O pano multiuso com furinhos tem baixa durabilidade imagem: Getty Images
Paninho multiuso - O paninho multiuso (aquele com furinhos) é muito prático e serve para tirar pó, secar, dar brilho, etc.. Seu ponto fraco, porém, é a baixa durabilidade que, muitas vezes, é de um ou dois usos. Para evitar a contaminação não aproveite o mesmo pano em lugares diferentes: a unidade usada para limpar o banheiro deve ser utilizada só nesse cômodo, por exemplo. Dê preferência às versões com tratamento antibacteriano, que inibem a proliferação de bactérias na superfície do tecido. Para prolongar a vida útil desse tipo de material, lave-o após o uso em água corrente, aperte-o levemente para tirar o excesso de umidade e coloque-o para secar. 
 
Getty Images
Separe os panos para limpeza de acordo com o uso imagem: Getty Images
Panos de limpeza - A regra número um com relação aos panos de limpeza é separá-los de acordo com o uso: higienização da cozinha, dos banheiros e do restante da casa. Tal medida é importante para evitar contaminações e garantir maior durabilidade. Também cuide para não misturar os panos de limpeza com as roupas de uso pessoal e doméstico na máquina de lavar. E lembre-se: lave-os sempre com água e sabão após o uso. Para os empregados na limpeza do chão, recomenda-se semanalmente fazer a desinfecção e o clareamento deixando-os de molho por uma ou duas horas em uma mistura de água aquecida e água sanitária. 
 
Getty Images
Para saber se é hora de descartar a vassoura, cheque se as cerdas estão gastas imagem: Getty Images
 
Vassouras - Para evitar contaminações, a vassoura utilizada no quintal e na calçada deve ser de uso exclusivo, jamais empregue-a em ambientes internos. Aliás, reserve os modelos de cerdas duras (piaçava, por exemplo) para as áreas externas. Dentro de casa prefira as de pelo que colocam menos poeira (e consequentemente agentes contaminantes) em suspensão. 
 
Como limpar? Lave a vassoura a cada duas semanas (esse prazo é variável de acordo com a intensidade de utilização). Remova a sujeira visível (cabelos e tufos de poeira) e deposite-a no lixo. Para isso, use o aspirador de pó ou a mão protegida por luvas de borracha. Os modelos com cerdas de náilon podem ser mantidos de molho por alguns minutos em um balde com água e desinfetante. Já os de pelo podem ser deixados de molho na mistura de um litro de água e uma colher de sopa de amoníaco. Após a lavagem, deixe a vassoura secar ao ar livre com as cerdas para cima.
 
É hora de descartá-la? Para saber se é hora de substituir a vassoura, cheque se ela varre bem e se suas cerdas estão gastas. Se a vassoura for de plástico, destine a parte com as cerdas à reciclagem. Já a piaçava, por ser orgânica, pode ser depositada em lixo comum. Para prolongar a vida útil das vassouras, deixe-as penduradas em ganchos, pelo cabo.
 
Getty Images
No manual do aparelho há dicas de manutenção e limpeza imagem: Getty Images
Aspirador de pó - Siga as instruções da fabricante para efetuar a limpeza e a troca do saco coletor (se houver). As partes externas principais podem ser limpas com pano úmido, sempre com o aspirador desconectado da tomada. Para evitar danos e aumentar a durabilidade do saco, evite usar o aparelho em superfícies úmidas ou para aspirar líquidos (a não ser que o eletrodoméstico tenha essa função). Também procure não aspirar objetos perfurantes, como grampos, pregos e alfinetes.
 
Getty Images
Para saber quando substituir, observe as cerdas e o cabo imagem: Getty Images
Escovas de lavar roupa - A escova de lavar roupas não deve ser a mesma utilizada para escovar azulejos, pias, louças sanitárias e outros itens da casa. Também é interessante ter escovas com cerdas mais ou menos duras, para diferentes tipos de tecido. Para evitar a mistura, uma dica é possuir unidades de cores diferentes, uma para cada finalidade. Após esfregar as roupas, as escovas devem ser lavadas com água e sabão e postas para secar com cerdas para baixo. Para saber se é hora de substituir, fique de olho nas cerdas (se estão gastas ou abertas) e no cabo (se há desgastes que podem machucar a mão). 
 
Getty Images
Faça a limpeza profunda da escova a cada semana imagem: Getty Images
Escova para a limpeza do vaso sanitário - Esse é um dos utensílios onde mais se escondem as bactérias responsáveis por uma série de infecções, sobretudo gastroenterites. Por isso, recomenda-se, fazer uma limpeza profunda da escovinha semanalmente. Prepare uma solução de água com água sanitária (três colheres de sopa para seis litros de água) e deixe a escova de molho por cerca de 30 minutos. Em seguida, coloque o utensílio para secar.  A vida útil desse item depende do grau de utilização, mas quando as cerdas começarem a abrir é sinal de que é hora de substituir a ferramenta.
 
Getty Images
Deixe um balde para a faxina e outro para as roupas imagem: Getty Images
Baldes e bacias - De plástico, baldes e bacias costumam ser fáceis de lavar (com água e sabão) e desinfetar (com solução de água sanitária). Mas o recomendado é que haja ao menos um exemplar para a faxina e outro para lavar roupas. A vida útil de um balde depende da qualidade do plástico do qual ele é feito, bem como da frequência e das condições de uso. Quando bem cuidados, eles podem durar anos. Não sobrecarregar o balde (carregando-o cheio, no limite de sua capacidade) e não expô-lo ao sol são duas dicas para aumentar a durabilidade. Outra recomendação é guardar o item limpo, seco e encaixado.
 
Fontes consultadas: Grupo de Extensão para Segurança do Alimento da Escola Superior de Agricultura da USP; Marta Fragoso, infectologista do Hospital Vita, em Curitiba (PR); e Eliana Gera, diretora de Operações da House Shine.
Topo