Últimas de Estilo de vida

Vai reformar? Veja os tipos de pias ou cubas para equipar seu banheiro

Getty Images
Ao escolher uma cuba de embutir, você ganha espaço na bancada do banheiro imagem: Getty Images

Karine Serezuella

Do UOL, em São Paulo

As cubas e pias para equipar o banheiro ou o lavabo podem variar conforme o modelo (de embutir, de apoio ou de semiencaixe, por exemplo) e o material empregado. Diante de tantos produtos disponíveis no mercado, a escolha da peça ideal pode se tornar uma tarefa difícil. Para ajudar você na decisão pelo lavatório mais adequado, o UOL Casa e Decoração montou um guia com as características e vantagens de cada tipo de cuba e pia. Veja quais fatores devem ser levados em consideração na hora da compra.

Os principais tipos

  • Getty Images

    Cuba de embutir

    Adaptável a qualquer espaço, esse modelo fica um pouco escondido na decoração geral do banheiro, porém tem a vantagem de disponibilizar mais espaço na bancada. Caso decida por não ter um gabinete abaixo da cuba, o tampo deve ser acrescido de saia com 20 a 30 cm a fim de esconder o fundo da peça e o sifão. Para enriquecer a composição, use material nobre para compor a bancada e uma bela torneira.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Cuba de semiencaixe

    Nesse tipo de cuba, a frente da peça fica afastada da bancada, suspensa, enquanto o restante do lavatório permanece embutido. Esse modelo é uma boa opção em situações onde não há muita profundidade para a bancada convencional. Em banheiros pequenos, a cuba de semiencaixe fica charmosa, sem tirar o conforto para o uso diário.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Cuba de apoio

    Por estar apoiada sobre o tampo, essa cuba é esteticamente mais imponente quando comparada a outros modelos, mas por outro lado, diminui o espaço da bancada. Por isso, é um modelo muito usado em lavabos - ambientes onde não se costuma dispor sobre a bancada muitos itens, como os de higiene pessoal -, ou banheiros com bancadas generosas.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Cuba de sobrepor

    Diferentes das cubas de apoio, as de sobrepor possibilitam mais espaço na bancada, porque apenas uma borda da peça fica visível, enquanto que o restante do lavatório é embutido. Dessa forma, esse modelo é indicado para banheiros de uso diário, ambientes que demandam itens mais funcionais do que estéticos.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Pia de coluna

    Bastante tradicionais, as pias de coluna atualmente não são muito utilizadas. Apesar de ser um modelo antigo, permanecem como uma ótima alternativa para espaços compactos, pois dispensam gabinete e tampo. Atualmente, no mercado, há peças de coluna com design contemporâneo, mas são, de modo geral, mais caras do que outros modelos.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Cuba moldada ou esculpida

    Tendência nos atuais projetos, a cuba moldada é aquela feita do mesmo material da bancada, o que proporciona uniformidade e leveza ao banheiro. Feita sob medida, com um desenho exclusivo para o ambiente onde será instalada, a cuba esculpida pode ser produzida em mármore, limestone ou mesmo porcelanato. Porém, esse tipo é mais custoso, porque o serviço necessita de mão de obra especializada.

    Imagem: Getty Images

Os materiais da “moda”

- O Silestone é uma pedra artificial, que contém em sua composição o quartzo. O material tem alta durabilidade e bom desempenho em superfícies molhadas. Por ser industrializado, permite várias possibilidades de cores.

- O Corian é um material acrílico-mineral sem emendas, não poroso, fácil de limpar e disponível em diversos tons. No entanto, a superfície não deve ser submetida a altas temperaturas e precisa de cuidados para se evitar riscos. Outra desvantagem do produto é seu custo elevado.

- O mármore, seja nacional ou importado, nunca sai de moda, tendo sempre seu espaço no mercado. A pedra é porosa, porém pode ser tratada, por exemplo, com produtos à base de silicone que a tornam impermeável.

- Outros materiais como o Limestone (pedra calcária) e o Marmoglass (produzido com pó de mármores e vidro) também são encontrados em diferentes matizes, mas são mais caros que as tradicionais cerâmicas, mármores e granitos.

Os principais tipos

  • Getty Images

    Cuba de embutir

    Adaptável a qualquer espaço, esse modelo fica um pouco escondido na decoração geral do banheiro, porém tem a vantagem de disponibilizar mais espaço na bancada. Caso decida por não ter um gabinete abaixo da cuba, o tampo deve ser acrescido de saia com 20 a 30 cm a fim de esconder o fundo da peça e o sifão. Para enriquecer a composição, use material nobre para compor a bancada e uma bela torneira.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Cuba de semiencaixe

    Nesse tipo de cuba, a frente da peça fica afastada da bancada, suspensa, enquanto o restante do lavatório permanece embutido. Esse modelo é uma boa opção em situações onde não há muita profundidade para a bancada convencional. Em banheiros pequenos, a cuba de semiencaixe fica charmosa, sem tirar o conforto para o uso diário.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Cuba de apoio

    Por estar apoiada sobre o tampo, essa cuba é esteticamente mais imponente quando comparada a outros modelos, mas por outro lado, diminui o espaço da bancada. Por isso, é um modelo muito usado em lavabos - ambientes onde não se costuma dispor sobre a bancada muitos itens, como os de higiene pessoal -, ou banheiros com bancadas generosas.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Cuba de sobrepor

    Diferentes das cubas de apoio, as de sobrepor possibilitam mais espaço na bancada, porque apenas uma borda da peça fica visível, enquanto que o restante do lavatório é embutido. Dessa forma, esse modelo é indicado para banheiros de uso diário, ambientes que demandam itens mais funcionais do que estéticos.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Pia de coluna

    Bastante tradicionais, as pias de coluna atualmente não são muito utilizadas. Apesar de ser um modelo antigo, permanecem como uma ótima alternativa para espaços compactos, pois dispensam gabinete e tampo. Atualmente, no mercado, há peças de coluna com design contemporâneo, mas são, de modo geral, mais caras do que outros modelos.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Cuba moldada ou esculpida

    Tendência nos atuais projetos, a cuba moldada é aquela feita do mesmo material da bancada, o que proporciona uniformidade e leveza ao banheiro. Feita sob medida, com um desenho exclusivo para o ambiente onde será instalada, a cuba esculpida pode ser produzida em mármore, limestone ou mesmo porcelanato. Porém, esse tipo é mais custoso, porque o serviço necessita de mão de obra especializada.

    Imagem: Getty Images

Dicas de como escolher a cuba ou a pia

  • Conforto acima de tudo

    Dentro das limitações do espaço disponível, defina o tipo da cuba ou pia e sua posição a fim de priorizar o conforto de quem irá fazer uso do lavatório. Todas as cubas ou pias devem ser instaladas em uma altura padrão de 86 cm, podendo alcançar o máximo de 90 cm, dependendo da estatura dos moradores.

  • Material de boa qualidade

    Opte por um material durável e fácil de limpar. No caso de pedras, é importante que o tipo escolhido não apresente alta porosidade para evitar problemas futuros decorrentes da umidade excessiva, como a alteração cromática da superfície.

  • Decoração em harmonia

    Lembre-se que o banheiro faz parte da casa e sua decoração deve estar em harmonia com o restante dos cômodos. Por isso, vale definir bem o estilo adotado e usá-lo como diretriz para escolher o tipo de cuba ou pia a ser usada.

Fontes: Cristiane Bergesch, arquiteta e Luciana Latorre, designer de interiores

Topo