Casa e decoração

Aposte no futon para uma decoração descontraída e versátil

Divulgação/ Adriana Barbosa
No living criado por Macedo e Martin Arquitetura, o futon dá um clima descontraído imagem: Divulgação/ Adriana Barbosa

Juliana Nakamura

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Charmosos e descontraídos, os futons caíram no gosto ocidental e estão cada vez mais presentes em salas, varandas, quartos, espaços de meditação e spas. A estética descolada e o uso versátil são motivos que justificam tamanho interesse.

Em meio a essa popularização, o milenar colchão oriental colocado sobre tatame ganhou novas versões. Hoje é possível encontrar modelos com design mais contemporâneo e modular, produzidos a partir de matérias-primas diversas, da seda aos tecidos impermeáveis.

Como escolher?

Antes de empregar o futon em um ambiente, observe o estilo empregado na decoração. “Se o espaço tem uma pegada praiana, ele tende a ficar interessante. Mas em local mais tradicional ou com design muito moderno, o futon pode ficar fora do contexto”, comenta a arquiteta Marcelle Castro Neves.

Na hora de comparar as opções existentes, repare na resistência do material. Modelos com espuma de baixa qualidade certamente não terão o desempenho e durabilidade esperados. Verifique também a espessura que deve ser adequada ao uso que se pretende dar à peça.

Os formatos

O futon pode ser encontrado em quatro principais versões. Bastante aproveitado em espaços compactos, o shikibuton é uma espécie de colchão que pode ser dobrado, transformando-se em sofá. Os zabutons têm forma de almofada e são utilizados para cobrir cadeiras e bancos. Geralmente são revestidos com tecido de algodão, lona ou seda.

Há, ainda, os kakibushi, que também possuem formato de colchão e podem ser dobrados em três ou quatro partes, virando um mini pufe. Esses modelos são recomendados para áreas de relaxamento em jardins, varandas ou ao redor da piscina. Outro tipo é o futon turco, que tem espessura com menos 10 cm e acabamento com capitonê, uma técnica que deixa depressões no tecido. Quadrado ou retangular, o futon turco pode ser utilizado como assento diretamente no chão ou sobre pallets.

Cuidados com a manutenção

Normalmente os futons contam com enchimento em algodão e por isso, não toleram muito bem o contato com a umidade. Eventuais sujeiras e manchas devem ser removidas imediatamente, utilizando o mínimo de água. Quando necessário, a peça pode ser lavada a seco em lavanderias especializadas.

Além disso, ações simples podem ajudar a prolongar sua vida útil. Uma delas é colocá-lo para arejar ao menos uma vez por mês. Outro cuidado é virar a peça regularmente para que os dois lados sejam igualmente utilizados.

Fontes consultadas: Marcelle Castro Neves, Claudia Macedo e Andrea Martin, arquitetas e a empresa Futon Company.

Topo