Casa e decoração

Design do absurdo: cerâmica ganha orelhas em criação de dinamarquês

Tuala Hijarno/ Divulgação
Partes da peça de argila, como as orelhas, são enfatizada por um esmalte brilhante imagem: Tuala Hijarno/ Divulgação

Do UOL, em São Paulo

Com o projeto Primal Pottery (Cerâmica Primitiva, em tradução livre), o dinamarquês Ole Jensen busca resgatar as origens da cerâmica ancestral, onde objetos utilitários são muitas vezes percebidos e descritos como um corpo ou uma cabeça completos. Dessa forma, as peças desenvolvidas pelo designer contemporâneo incorporam algumas representações de partes do corpo humano, como orelhas (foto acima), pernas e seios.

Os vasos, potes, bowls e jarros assinados por Jensen são feitos com argila vermelha. Internamente e em pontos estratégicos (como nas alças-orelhas) a cerâmica é revestida com uma camada de esmalte avermelhado e brilhante. Os objetos podem ser usados no dia a dia e têm dimensões que vão de 35 cm x 20 cm a 50 cm x 40 cm. 

Jensen é um dos ceramistas mais conhecidos da Dinamarca e, durante a edição 2016 do Salão do Móvel de Milão, exibe suas criações na Mindcrafts, uma mostra paralela organizada pela Danish Arts Foundation e pela Danish Agency for Culture de 12 a 17 de abril, na Itália. Este ano, a exposição tem curadoria do estúdio de design GamFratesi e é dedicada apenas aos produtos dinamarqueses.

Tuala Hijarno/ Divulgação
Ole Jensen se inspirou em partes do corpo humano para criar cerâmicas imagem: Tuala Hijarno/ Divulgação

Topo