Limpeza

Preguiça de limpar a casa? Manual traz dicas pra facilitar a faxina

Getty Images

Thalita Peres

Do UOL, em São Paulo

Se você é daqueles que procrastinam a faxina, o UOL preparou um manual para ajudar no momento que, infelizmente, chega para todos: o dia em que a casa se torna inabitável. Pode parecer difícil acreditar, mas morar em um lar arrumadinho não é tão difícil e pequenos cuidados são capazes não só de minimizar a 'zona generalizada', como melhorar nosso bem-estar doméstico. Ah! E tem um segredinho: se o trabalho básico for feito um pouco por vez, no decorrer da semana, aquele dia inteiro de pá e vassoura em punho será menos doloroso.

Pequenos hábitos, grandes arrumações
 
  • Retire o lixo da cozinha e do banheiro, para evitar aquele cheirinho de coisa podre e a proliferação de insetos. Eca!
  • Arrume a cama antes de sair. Você vai sentir a diferença ao voltar para casa no final do dia e encontrar o quarto bonito e convidativo. 
  • Coloque a roupa suja para lavar assim que tirá-la do corpo. 
  • Lave a louça logo após a refeição. Caso não seja possível, remova os restos de comida e organize cuidando para manter as peças úmidas: esse detalhe evita que você tenha que se esforçar para tirar aquele arroz grudado no fundo da panela. 
  • Sacuda almofadas e mantas da sala de estar: essa ação simples faz milagres pelo seu sofá. 
  • Ao usar a pia do banheiro, deixe-a seca e mantenha o espelho sem respingos de pasta de dente ou água. 
  • Ainda no banheiro, um kit com desinfetante e escovinha facilita a limpeza rápida do vaso sanitário.

 

Agora é a hora: o faxinão

 

Nada de preguiça! Coloque música, tente tornar o momento agradável e rebole até o chão enquanto passa o aspirador de pó. Se sua casa for pequena, comece a limpeza pelo espaço mais 'difícil': a cozinha 'tá' engordurada? Foque nela! O guarda-roupa precisa de uma geral? O quarto é o eleito. Se seu lar for amplo, considere dividir a arrumação, distribuindo os afazeres pela semana e eleja um espaço para "caprichar" a cada 15 dias.
 
Tenha produtos adequados em casa, assim não há desculpa para adiar a limpeza. Deixe o necessário para a higienização dos banheiros, salas e dormitórios, cozinha e área de serviços separados e prontos para serem usados. Um bom truque é ter panos de limpeza e buchas com cores diferentes para a faxina de cada ambiente. Caso isso seja muita frescura para você, tente evitar o uso das mesmas ferramentas em banheiros e na cozinha, para minimizar a contaminação cruzada.
 
Truques que valem ouro
 
  • Nos cômodos com muitos tecidos (sofás, cortinas, cadeiras estofadas, almofadas etc.) o acúmulo de poeira é maior, aspire esses itens primeiro. 
  • Na cozinha, quando possível, vale deixar de molho, em água e sabão, os objetos e utensílios muito manchados ou engordurados. A sujeira sairá mais facilmente.
  • Para uma faxina profunda na cozinha, divida a limpeza: em uma etapa higienize os eletrodomésticos como a geladeira, o micro-ondas e o fogão. Em outro momento, dedique-se aos armários e/ou à despensa e, por fim, ataque a sujeira dos azulejos, portas e janelas e acessórios fixos, como torneiras e registros.
  • No banheiro: a limpeza vai depender da frequência de uso, mas faça um esforço e, ao menos uma vez por semana, dê aquele trato nos azulejos e no piso e remova a gordura do boxe. 
Fonte: Miriam Cansian, consultora em organização.
Topo