Limpeza

No duelo do sabão, líquido deixa menos resíduos e em pó tira manchas melhor

Getty Images

Thalita Peres

Do UOL, em São Paulo

Se você olha com aquela cara de "não sei por onde começar" para a prateleira de sabões no supermercado, saiba, amigo leitor, que você não está só. Por isso, o UOL preparou um tira-dúvidas sobre as versões em pó e líquida dos produtos. De quebra, ainda divulgamos uma receitinha de como fazer seu próprio sabão líquido em casa.

  • Pó x líquido, o embate: a principal diferença entre esses dois tipos é a composição. O sabão em pó conta com mais aditivos (como cloro) e, portanto, é mais 'agressivo' que o líquido. Assim, o produto é recomendado para a limpeza de roupas mais sujas. A versão líquida, por ter água em sua constituição, funciona como um agente 'diluído' e é ideal para peças com menos sujeira. Outra vantagem desta espécie de sabão é deixar menos resíduos na lavadora, por ser facilmente dissolvida durante o ciclo da lavagem.
  • Manutenção das fibras: segundo um ensaio elaborado pela Proteste em 2013, os sabões em pó se saíram melhor na remoção de diferentes tipos de manchas, mas os líquidos foram mais eficientes em manter as cores dos tecidos. Para que o rendimento de ambos seja satisfatório, siga sempre as recomendações do rótulo.
  • Dica de sucesso: tem roupas difíceis de lavar ou gosta do sabão em pó tradicional? Antes de ligar a máquina, dissolva os grãozinhos em água. Esse cuidado diminui a probabilidade de acúmulo do material tanto na roupa, quanto na lavadora. Faça o mesmo se o sabão líquido for do tipo concentrado. A vantagem? Se bem dissolvido o produto, a chance de ter os tecidos manchados é menor, assim como a possibilidade de provocar alergias. Os componentes do sabão, que não são absorvidos pelas fazendas durante a lavagem, podem ser responsáveis ou agravar dermatites, entre outras doenças de pele.
  • No tanque, tanto faz: para a higienização de roupas à mão, não importa qual dos sabões você vai usar. No tanque ou no balde, qualquer das duas versões (pó ou líquido) terá que ser diluída em água e a limpeza vai depender da maneira como a roupa será manuseada. Alternativa, neste caso, é recorrer às barras.

Faça o seu

Se você está na 'pegada' da sustentabilidade e tem alguma disposição para o faça você mesmo, que tal produzir seu próprio sabão líquido?

Ingredientes

  • 1 barra (200 g)  de sabão neutro ou de coco 
  • 1 faca
  • 1 ralador
  • 1 panela 
  • 3 litros de água: sendo 1 l quente; 1 l morno (cerca de 30 º C) e 1 l frio 
  • 3/4 de colher (sopa) de bicarbonato de sódio
  • Essência de sua preferência 
 
Modo de fazer
 
O primeiro passo é cortar em pedaços o sabão em barra e, em seguida, rale o material. Em uma panela, dissolva o sabão ralado em 1 litro de água quente. Com o fogo desligado, acrescente o bicarbonato de sódio: ele serve para aumentar a eficácia de limpeza da solução. Deixe esfriar por 40 minutos. Junte a água morna e a essência (caso você queira ou não tenha empregado o sabão de coco), mexa bem e finalize com a água fria. Envase. Na hora de lavar a roupa, basta colocar 200 ml do produto na máquina de lavar. 
 
Fonte: Márcia Guekezian, pós-doutora pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) e coordenadora do curso de Química da Universidade Presbiteriana Mackenzie; Proteste.
Topo