Casa e decoração

Vendas de materiais de construção em SP cresceram 13,1% em 2010

São Paulo - As vendas do comércio varejista de materiais de construção do Estado de São Paulo cresceram 13,1% em 2010, frente ao registrado em 2009, e a receita nominal do setor cresceu 18,1%, na mesma base de comparação, segundo dados do Dieese divulgados nesta quarta-feira pelo Sindicato dos Comerciários do Estado.

De acordo com Ricardo Patah, presidente da entidade, esse incremento foi puxado principalmente pelos investimentos do governo federal em programas sociais, como PAC e Minha Casa, Minha Vida, e pelo aumento de renda da população brasileira.

O crescimento do setor foi maior do que o verificado pelo comércio em geral, cujas vendas no mesmo período mostraram alta de 10,6% e a receita, de 14,7%.

O setor que registrou a segunda maior taxa de expansão foi o de veículos, motos, partes e peças, com 11,3%, seguido por outros artigos de uso pessoal e doméstico, com 10,2%.

Patah destacou que o setor de material de construção cresceu consideravelmente entre 2005 e 2010 por conta dos mesmos fatores que impulsionaram as vendas no ano passado. No acumulado do período, a receita mostrou expansão de 83,8%, enquanto o volume de vendas aumentou 37,7%, já descontada a inflação.

O faturamento das empresas do setor de material de construção no país ficou em R$ 49 bilhões em 2010, com crescimento de 10,6% em relação ao ano anterior, segundo dados da Anamaco. Entre 2005 e 2010, o faturamento do setor cresceu 42%.

(Letícia Casado | Valor)

Topo