Projetos

Meio casa, meio estúdio: projeto mostra que luxo mesmo é ter espaço

Giovanny Gerolla

Colaboração para o UOL

Um lugar para morar e trabalhar: este foi o desafio dos integrantes do escritório Terra e Tuma Arquitetos Associados ao criar o projeto da Casa + Estúdio, em São Paulo (SP). Sem grande investimento em luminárias caras, objetos de arte e acabamentos de luxo para pisos e paredes, a parte principal do orçamento foi direcionada para elementos estruturais metálicos, uma cobertura que faz o isolamento térmico dos ambientes internos e esquadrias de alumínio desenhadas e fabricadas com exclusividade para o imóvel.

"Esta é uma solução cada vez mais comum [a de unir em um só lugar trabalho e moradia], principalmente nas grandes cidades, onde o valor da terra e do tempo (para quê ficar parado no trânsito?) são decisivos", comenta o arquiteto Pedro Tuma. A preciosidade da obra está exatamente nos sistemas construtivos que permitiram unir as duas funções em um novo significado espacial de produção, permanência e desfrute.

Vida e trabalho

Não dá para saber onde uma coisa começa e a outra termina, embora os espaços estejam funcionalmente bem definidos. Na frente está a residência, reduzida em seu tamanho, mas elegante na apresentação do necessário. Nos fundos do terreno comprido e inclinado, um nível abaixo, fica o enorme estúdio de fotografia - é o "quintal". Quem está no salão, sabe que está no trabalho, porém não esquece que está em casa. E vice-versa.

Mas por que fazer uma moradia com 55 m², em um lote de 400 m²? Ora, porque morar não é a única forma de ocupar espaços. Imagine que o galpão serve tanto para trabalhar, como para dar festas. É aí que começa a diversão. A arquitetura de paredes (laterais e estruturais) que se autossustentam feitas de blocos de concreto se alinha aos fechamentos envidraçados e traz uma unidade harmoniosa à construção. E nem é preciso passar pela morada para chegar ao estúdio: sua autonomia fica resguardada por um sistema paralelo de rampas e acessos.

Acessibilidade

O desnível dos platôs pôde ser preparado de tal forma que a área de trabalho assumiu pé-direito duplo. Seu forro segue a uma altura próxima daquela do bloco residencial, que tem dormitório, cozinha, estar, banheiro e um pequeno escritório/jantar. O conjunto é chique por ser básico e descolado e não deixa de ser genial pela proposta modular, de construção rápida e em sistemas que se sobrepõem sem interferir um no outro. Não à toa, a Casa + Estúdio recebeu menção honrosa no 8º Prêmio Asbea (2014), da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura.

Ficha técnica

Casa + Estúdio, São Paulo (SP)

Projeto de Terra e Tuma Arquitetos Associados

Detalhes do projeto
  • Área do Terreno 400 m²
  • Área Construída 300 m² (55 m² de área residencial e 245 m² de área de estúdio)
  • Início do Projeto 2012
  • Conclusão da Obra 2014
  • Projeto Terra e Tuma Arquitetos Associados
  • Equipe Danilo Terra, Pedro Tuma e Fernanda Sakano
  • Colaboradores Benoit Lanon, Bruna Hashimoto, Denis Ferri, Giulia Sofia Galante, Jéssica Zanini, Jhonny Rezende
  • Projeto de Arquitetura Danilo Terra, Pedro Tuma e Fernanda Sakano
  • Construção Pires de Andrade
Topo