Decoração de ambientes

Peças de design e elementos pop dão personalidade a apê alugado, no Rio

Karine Serezuella

Do UOL, em São Paulo

Com peças de design assinado, marcenaria modular e cores equilibradas, o apartamento com 220 m² no bairro do Leblon, Rio de Janeiro, nem parece um imóvel alugado. Sem recorrer ao quebra-quebra, as arquitetas Roberta Moura, Paula Faria e Luciana Mambrini conceberam um projeto de interiores capaz de ser “transportado”, no futuro, e permanecer como parte integrante do endereço dos moradores, onde quer que ele se fixe.

Após voltar de uma temporada em Nova York, o casal, com uma filha pequena, não quis abrir mão do conforto e do estilo, mesmo em um apartamento locado. Considerando o desejo dos clientes, o trio de arquitetas propôs uma decoração jovem e pop, sem mudanças estruturais.  Todavia manter elementos estruturais bonitos não era um problema: por exemplo, os tacos de madeira, originais da residência e que revestem o piso de todos os ambientes, foram tratados e incorporados ao novo estilo da morada.

Com parede "cimentada", um sofá de linho cinza e um tapete na mesma tonalidade, a sala de estar ganhou cor com a inclusão da mesa de centro em laca azul, da mesa de apoio amarela e de uma sequência de quadros "technicolor". “Móveis e objetos decorativos de cores fortes aliados a uma base neutra eliminam a 'cara de provisório' do imóvel alugado”, explica Moura.

Mobiliário adaptável

Com a ideia de levar à casa definitiva os elementos usados na repaginação desse apartamento, a opção por investir em peças de design atemporal e móveis modulares - que se encaixassem a uma futura ambientação - foi feita.

No living, a mesa de jantar Tulipa (também conhecida como Saarinen, desenhada na década de 1950 pelo arquiteto finlandês Eero Saarinen) foi combinada a quatro cadeiras brancas Reflexus (2010), do designer Eduardo Baroni, e duas cadeiras pretas One (Magis, 2004), assinadas pelo alemão Konstantin Grcic. A fruteira Blow Up (2003), em versão bambu, desenhada pelos irmãos Campana para a italiana Alessi, finaliza a composição contemporânea. E, assim como no estar, as telas coloridas nas paredes proporcionam um ar leve e moderno ao espaço.

Ainda na área social, a grande estante dividida em nichos, na cor branca, se estende do chão ao teto e acomoda os muitos livros dos moradores. O móvel por ser de encaixe, em módulos, é adaptável a qualquer lugar e pode ser desmembrado ou receber novos componentes.

Na cozinha, para não precisar substituir o azulejo original, a decoração se moldou à característica do revestimento “antiguinho”: cadeiras, mesa e outros itens de estilo retrô dão charme ao ambiente. Por fim, no quarto do casal, o papel de parede que reveste o painel da TV, em padrão geométrico - e um tanto óptico -, foi a saída para redecorar sem sujeira.

Ficha técnica

Apartamento Leblon, Rio de Janeiro (RJ)

Projeto de Roberta Moura, Paula Faria e Luciana Mambrini

Detalhes do projeto
  • Área Construída 220 m²
  • Início do Projeto Fevereiro de 2013
  • Conclusão da Obra Maio de 2013
  • Projeto Roberta Moura, Paula Faria e Luciana Mambrini
  • Equipe Roberta Moura, Paula Faria e Luciana Mambrini
  • Projeto de Decoração Roberta Moura, Paula Faria e Luciana Mambrini
  • Projeto Luminotécnico Roberta Moura, Paula Faria e Luciana Mambrini
Topo