Casa e decoração

Apê dos anos 1950 ganha living com 220 m² e janelão para contemplar a praia de Copacabana

Ledy Valporto Leal

Do UOL,em São Paulo

“Que pareça uma casa de praia”. “Que tenha espaços livres”. “Que possibilite hospedar muita gente”. “Que a esplendorosa vista da orla de Copacabana se desnude por inteiro”.

Esses foram os pedidos dos proprietários do apartamento Copacabana – um casal italiano que passa férias no Rio de Janeiro – aos arquitetos Jean-Luc Boucharenc, Rodrigo Cardoso e Marcelo Lanfredi, do escritório House in Rio. Com 540 m² e situado na avenida Atlântica, o apê construído na década de 1950 encontrava-se em péssimo estado de conservação.

Digno da cidade maravilhosa

O novo projeto recuperou todos os revestimentos, remodelou os quatro dormitórios e demoliu todas as paredes do living que originalmente tinha vários ambientes compartimentados. Com tudo aberto e integrado, o espaço foi transformado em um grande salão com 220 m², inteiramente aberto para o mar.

Nele, o janelão com 16 m de extensão não tem persiana nem cortina. “Nada que ofusque a visão privilegiada da praia, do céu, das montanhas”, como queriam os moradores ocasionais. Abertura e vistas privilegiadas pela “sorte”, segundo o arquiteto Jean-Luc Boucharenc, que informa que a incidência solar atinge os interiores apenas no período da manhã.

Com toda a exuberância colorida da baía do lado externo, a opção por ambientes brancos e minimalistas é um contraponto bem pensado e que acabou por expressar o jeito descontraído e carioca de viver, além de contemplar o desejo dos donos do imóvel. “Eles costumam vir ao Rio só nas férias e trazem muitos amigos”, afirma o arquiteto.

  • Denilsom Machado/ MCA Estudio/ Divulgação

    Chamado de "pufe" pelos arquitetos do House In Rio, o amplo sofá está no Apê Copacabana

Então, os profissionais decidiram providenciar materiais práticos, mas que conferissem um requinte sutil aos espaços. O piso de cimento queimado na cor areia favorece a manutenção e concede um ar rústico chique ao grande living, bem como ao demais cômodos. Além disso, poucos são os elementos arquitetônicos – apenas as colunas estruturais que foram deixadas aparentes e ganharam um anel metálico na parte superior, o que permitiu embutir a iluminação indireta e criar uma atmosfera aconchegante nas áreas sociais.

Detalhes não tão pequenos

Um dos destaques do projeto é o painel com oito metros de comprimento e portas de correr executado em ripas de peroba mica, instalado no living a fim de delimitar esse ambiente da ala íntima, da cozinha e do hall do elevador.

Outro elemento que merece atenção é a estatura do mobiliário: de acordo com o modo informal de viver dos proprietários, os arquitetos espalharam pelo estar móveis de dimensões generosas, mas baixos, que podem acomodar muitas pessoas para dormir com conforto ou apenas para ficar contemplando a paisagem.

Desenhados pelo escritório House in Rio, esses móveis foram executados com materiais naturais, como bambu, cipó e folhas de bananeiras, dando um ar exótico ao conjunto.

Outra curiosidade é a ausência de sala jantar, ambiente eliminado na reforma a pedido dos proprietários que preferem se servir na copa e comer nos sofás, pufes, chaises e espreguiçadeiras do living - que têm o apoio de uma enorme mesa de centro, também desenhada pelos arquitetos. Tudo para não perder um minuto da paisagem da bela Copacabana.

  • Arte UOL

    Planta do Apê Copacabana mostra as pilastras preservadas e a integração
    de várias antigas salas em um living único com cerca de 22 m²

Ficha técnica

Apartamento em Copacabana, Rio de Janeiro (RJ)

Projeto de House In Rio Projetos

Detalhes do projeto
  • Área Construída 540 m²
  • Início do Projeto 2009
  • Conclusão da Obra 2009
  • Projeto House In Rio Projetos
  • Equipe Jean-Luc Boucharenc, Rodrigo Cardoso e Marcelo Lanfredi
  • Projeto de Decoração House In Rio Projetos
  • Projeto Luminotécnico House In Rio Projetos
Topo