Casas

Branca do piso ao teto, casa de praia nos EUA reúne arte e objetos vintage

A silhueta de um simpático cavalo estilizado dá as boas-vindas às pessoas que vivem ou visitam a casa decorada por Cortney e Robert Novogratz, do escritório Sixx Design, nos Hamptons, endereço de veraneio às margens do Atlântico nos Estados Unidos.

A figura na área externa ainda prediz um pouco do que pode ser apreciado no interior da morada: luxo despretensioso imerso em um “mar” branco, salpicado de elementos pop.

Inicialmente projetada com cômodos miúdos e herméticos, a casa de férias de dois pisos viu suas divisórias ruírem. Sem elas, surgiu a amplidão de um pavimento térreo com os ambientes completamente integrados.

“Antes de intervirmos na construção, não havia luz, o espaço da residência não era acolhedor. Por isso tentamos abrir os ambientes, fazendo-os arejados e luminosos, elegantes, mas suficientemente casuais para que as pessoas pudessem desfrutar das qualidades relaxantes da praia”, explanam os Novogratz.

Com a interligação dos espaços, os designers de interiores do escritório nova-iorquino Sixx pretendiam, também, que os usuários da casa se sentissem confortáveis e o despojamento da natureza e da praia fossem transportados para os momentos em que as pessoas estivessem no interior da construção. Muito desse desejo fora conseguido através das amplas vidraças que emolduram as salas.

 

Chique

Os móveis também contribuíram para que os momentos de descanso não fossem sinônimo de estofados sujos de areia ou superfícies delicadas manchados por roupas úmidas. Para evitar preocupações constantes, os materiais escolhidos, segundo Cortney e Robert, são resistentes ao desgaste produzido por esses fatores.

No geral, objetos e elementos do mobiliário imprimem aos cômodos as cores suprimidas nas paredes e pisos. “O branco é limpo e simples, ótimo para uma casa de praia. É fresco e permite o cenário perfeito para usarmos um grande números de objetos de arte coloridos”, dizem os designers.

O preto –bom representante da paleta escolhida– aparece em cadeiras, estofados, camas e lustres, enquanto outras matizes se reservam aos detalhes, alguns pouco convencionais como a almofada em formato de morango e a escultura sobre a mesa de centro no living.

Outra característica que os designers do Sixx comumente aplicam em seus projetos é a mistura de peças modernas e vintage. Nesse caso, as clássicas e chiques foram usadas com parcimônia para que a percepção geral do ambiente fosse fluida.

Nessa casa, a vedete são as fotografias que pendem das paredes. Algumas já pertenciam ao proprietário da residência, outras foram garimpadas por Cortney e Robert: “As escolhas de arte são sempre determinadas a partir do espaço em particular e de sua potencial captação do olhar”, explicam.

Além de arte, acenam aos olhos os toques de humor como o já citado cavalo no lado externo da casa e as aplicações nas escadas que estampam palavras e números. Eles, assim como as fotos, quadros e esculturas, querem roubar o olhar da amplitude etérea e branca deste refúgio de verão. (Daiana Dalfito, colaboração para o UOL)

Ficha técnica

Casa nos Hamptons, Estados Unidos

Projeto de Sixx Design

Detalhes do projeto
  • Projeto Cortney e Robert Novogratz
Topo