Casa e decoração

Casa em blocos tem espaço para família e trabalho em meio à paisagem

Ledy Valporto Leal

Do UOL, em São Paulo

A "atenção voltada para casa" e a busca pelo "lar" são realidades no século 21. Tanto que a maioria dos projetos criados nos últimos anos reserva espaço para o home-office. A internet e a globalização possibilitaram o trabalho "móvel" e praticado em lugares diversos, inclusive na residência, dividindo o território (antes exclusivo) do descanso e do aconchego. O refúgio e a esfera mais íntima, em termos de lugar, que alguém pode ter.

A Casa Jatobá é um bom exemplo desse espaço possibilitador e compartilhado. Os proprietários – um casal de cineastas jovens com uma filha adolescente – compraram o terreno onde seria erguida a morada em Santana do Parnaíba, distante aproximadamente 30 km da capital paulista, idealizando um lugar para viver (e trabalhar) com qualidade. Ali há sossego, paisagem, ar puro e a casa projetada pelo escritório Gesto Arquitetura que acomoda o lar e o escritório.

O terreno, com 990 m², foi escolhido em parceria com o arquiteto Newton Massafumi Yamato, “por causa da bela paisagem que se descortina no local”. Pelo privilegiado entorno, o projeto procurou proporcionar o máximo de transparência às áreas sociais da casa, especialmente da face posterior, onde estão também a ala de lazer com piscina e a suíte do casal. 

Outra prioridade foi estabelecer uma franca comunicação entre as áreas de trabalho, lazer e moradia, “assegurando-lhes as condições físicas e ambientais necessárias” para que fossem confortáveis e funcionais, ressalta o arquiteto. Assim, os volumes da edificação são bem definidos e independentes, mas interligados, com circulação que possibilita as sensações de “ir para o trabalho” e “ir para casa almoçar”, por exemplo.

Vidros, estruturas e blocos

O partido adotado leva em conta a topografia com declive de seis metros e interliga os volumes pelo elevador tubular hidráulico, por escadas e pelas passarelas. Os blocos estão dispostos longitudinalmente em relação ao terreno e são compostos de dois pavimentos, totalizando pouco mais de 600 m² de área. Um dos volumes abriga a sauna e três suítes no piso inferior e as salas de estar e jantar - voltadas para terraços nas duas faces - no superior. O outro compreende um "cinema" e um grande hall junto ao deck e à piscina, no piso inferior, sendo sua laje de cobertura utilizada como garagem. Nos extremos da casa, dois pequenos blocos abrigam escritórios em dois pavimentos, além de cozinha e dependências de serviço.

Ao lado dos panos de vidro suspensos pelo sistema "spider-glass", o concreto,  os elementos metálicos e a madeira no deck da piscina e no brise que abraça a suíte do casal compõem o conjunto de materiais e determinam a estética moderna da construção. Cada bloco tem sistema estrutural independente e autoportante (que estrutura a si mesmo), com pilares de concreto – um deles em V. As duas frentes da casa são protegidas por pergolados metálicos contínuos e fechados com placas de vidro, formando varandas. Tal moldura integra a cobertura pré-fabricada, constituída por telhas metálicas planas.

Ficha técnica

Casa Jatobá, Santana do Parnaíba (SP)

Projeto de Gesto Arquitetura

Detalhes do projeto
  • Área do Terreno 986,8 m²
  • Área Construída 612,7 m²
  • Início do Projeto 2009
  • Conclusão da Obra 2012
  • Projeto Gesto Arquitetura Ltda.
  • Equipe Newton Massafumi Yamato e Tânia Regina Parma
  • Projeto de Arquitetura Gesto Arquitetura Ltda.
  • Projeto de Fundação Meirelles Carvalho Engenharia e Projetos Ltda.
  • Projeto Estrutural - Aço Steel Construções e Empreendimentos Ltda.
  • Projeto de Instalações Elétricas PROJESP Engenharia Ltda.
  • Cálculo Estrutural YCON Engenharia Ltda. | Yopanan Rabello
Topo