Casas

Casa em praia isolada perto de Nova York tem arquitetura sofisticada e conforto

A faixa de areia à beira do mar é promessa de tranquilidade para aqueles que pretendem fugir da loucura cotidiana da cidade grande. Para os nova-iorquinos não é diferente.

Foi buscando a beleza natural das dunas de Bridgehampton, no norte do estado de Nova York (e a apenas uma hora de carro de Manhattan), que um casal com dois filhos encontrou o ponto perfeito para construir seu refúgio. Para projetar esse lugar tão especial, chamaram o arquiteto italiano Antonio Citterio, do escritório Antonio Citterio Patricia Viel and Partner.

O projeto Bridgehampton foi, na verdade, sobreposto a uma construção existente no lote, feita de madeira, cujas “marcas” sobre as dunas foram mantidas por Citterio, uma vez que a legislação norte-americana regula estritamente a construção praieira.

Construída sobre dunas

Assim, sobre as “pegadas” da antiga morada, surgiu uma construção completamente nova, em dois pavimentos e espaçoso terraço na cobertura. A planta “L” deixa os cantos abertos para ampliar a paisagem de forma contínua, efeito ainda ampliado pelos panos de vidro usados para compor os fechamentos da estrutura leve, de aço.

A casa é composta de duas alas de paredes envidraçadas dispostas sobre uma base de concreto, cujos cantos formam vistas panorâmicas sobre a praia, de 270º de abertura.

A ala oeste contém uma ampla área social com sala de estar servida por lareira, sala de jantar e, no sentido leste, uma sala para café da manhã, além da cozinha planejada para gourmands e desenhada pelo próprio arquiteto italiano.

O andar térreo, ao nível da piscina, tem ainda três suítes e uma generosa sala íntima para a família. Graças ao grande número de janelas e balcões, todos os quartos do volume estão integrados ao ambiente externo, virados para a extensa linha de piscina, e formam um pátio confortável e protegido do vento.

Revestimento de cedro

No andar superior estão uma ampla suíte, banheiros, escritório e as escadas que conduzem ao terraço, ao qual se chega pela sala de estar. Ele ocupa toda a superfície da construção (sobre o segundo pavimento) e dá vista para o horizonte oceânico.

Para que a casa fosse resistente e durável à incidência de sol, maresia, vento e areia, o revestimento escolhido para a fachada foi a madeira natural aparente -mais precisamente o cedro, que vai ficando acinzentado, ou patinado, com o passar do tempo e a ação da brisa.

Um deck transparente segue paralelo à praia, e foi desenhado como ponte visual entre a área da piscina e o azul do mar, expandindo os fundos da casa.

A horizontalidade dominante das formas, a madeira e a transparência do vidro oferecem à residência integração total à paisagem e ao pôr do sol. (Giovanny Gerolla – colaboração para o UOL)

 

Ficha técnica

Casa em Bridgehampton, Nova York, EUA

Projeto de Antonio Citterio, Patricia Viel and Partners

Detalhes do projeto
  • Área Construída 400 m²
  • Conclusão da Obra 2009
  • Projeto Antonio Citterio
Topo