Casa e decoração

Casa russa tradicional "abraça" elementos modernos em reforma

Giovanny Gerolla

Do UOL, em São Paulo

Uma casa construída nos anos de 1990 e um cliente confiante e aberto a mudanças radicais foram os principais ingredientes da reforma que tomou conta da casa N, capitaneada pelo escritório alemão 4a Architekten.
 
Situada em Moscou, Rússia, sua arquitetura original era típica de países europeus e clima muito frio, com fachadas e janelas de madeira e telhado recortado em várias águas.  A ideia para a reforma era abrir casa para o entorno e torná-la mais clara e espaçosa. O projeto propôs, então, a ampla integração de espaços internos, com a remoção de todas as paredes não estruturais que dividiam o piso térreo em cômodos, além da transformação da antiga fachada em uma extensa faixa de vidro. Todavia, os pilares metálicos delgados permaneceriam expostos como "odes modernistas", obras de arte.
Tradicionalmente moderna
 
Após as intervenções, o vidro passou a contornar três dos quatro lados do volume construído (frente e laterais) e a conectar o jardim às áreas de convivência da família com filhos. 
 
Na casa, o novo design integrado da área social – composta por sala de estar ampla com lareira, cozinha e sala de jantar, todas unidas por um eixo livre e vertical de circulação entre os pavimentos, através de uma escada-caracol metálica – tem a finalidade de receber inúmeras obras de arte e objetos de design e decoração colecionados pelos proprietários. 
 
Do lado de fora, além dos novos e grandes fechamentos em vidro, o destaque fica para a rampa de acesso que serve de entrada para a área social, na fachada frontal. O elemento não é apenas funcional, serve também à estética, emprestando movimento e criando um contraponto aos traços tradicionais da arquitetura, ainda preservados nos recortes do telhado e suas águas-furtadas.    
 
Tal rampa é estruturada em perfis e chapas de aço e sua superfície revestida com pedra de xisto dialoga com uma coleção de outros materiais para pisos, que partem da grama  e do pedrisco, passando por blocos intertravados de concreto e chegando ao deck composto por tábuas corridas de carvalho. 
 
Na "vitrine", no entanto, quem mais se destaca é o pé direito duplo com mezanino, escancarado para a rua e que dá espaço à sala de estar.  O ver e o ser visto permitem ao morar cotidiano a sensação de liberdade. Contudo, tal integração aos jardins não implica em uma anulação da arquitetura original, nem na própria disfunção de ambientes internos de convivência. 
 
Ao contrário, o que mais impressiona na recomposição da casa N é a simplicidade com que seu traçado primeiro abraça os aspectos modernos e ousados propostos pelos alemães, numa transição sempre harmônica entre o velho e o novo a ser observada de qualquer ângulo.

Ficha técnica

Casa N, Moscou, Rússia

Projeto de 4a Architekten

Detalhes do projeto
  • Área Construída 350 m²
  • Início do Projeto 11/2012
  • Conclusão da Obra 06/2013
  • Projeto 4a Architekten
  • Equipe 4a Architekten (Matthias Burkart, Alexander von Salmuth, Ernst Ulrich Tillmanns e Alexander Schamne)
  • Colaboradores Alexandra Filatova e Tatjana Ivanova
  • Projeto de Arquitetura Alexander Schamne (direção de projeto)
Topo