Casas

Com 180 m², casa de campo combina materiais naturais e industrializados

Por causa da bela paisagem, famosa por lembrar os Alpes Suíços, o mineiro residente em Santos (SP) escolheu a cidade de Monte Verde (MG) para construir a segunda residência de sua família - e um arquiteto italiano para idealizá-la. E foi justamente a magnífica vista da Serra da Mantiqueira o ponto de partida do projeto assinado por Enrico Benedetti, que precisou criar soluções para adaptar a obra ao terreno irregular e em declive, de acesso dificultoso.

O projeto dividiu a construção em blocos social e íntimo, voltando-os para o Pico do Selado, um dos pontos turísticos mais famosos da região, situando-a um nível abaixo da rua de acesso, de forma a não interferir no entorno e aproveitar o desenho do lote. Assim, quem chega dá de cara com o muro de pedras graníticas maciças (também chamadas de pedra rachão) assentadas sem rejunte, que delimita a casa e forma a fachada principal, como uma fortaleza.

Fugindo das linhas retas e ângulos agudos, típicos da arquitetura vernacular, Benedetti ergueu a casa combinando materiais naturais brutos com industrializados. Mesclam-se na construção a pedra rachão, blocos de concreto aparente e o bloco Stone (fornecido pela Tatu). Feito de concreto, o Stone imita o aspecto de pedra.

A estrutura

A cobertura tem estrutura metálica e telhas de fibra natural que permitem o formato curvilíneo. No piso, cimento queimado com junta de dilatação, revestimento típico caipira.

"A estrutura da casa é bastante simples", diz Benedetti. Ele explica que as fundações foram executadas com estacas de concreto (peças longas fincadas diretamente na terra), blocos de concreto estrutural (que se auto-sustentam sem a necessidade de pilares e vigas) e laje treliça (peças de aço preenchidas com isopor e cimento). A maior parte do programa de necessidades da casa foi distribuída em um único pavimento. Foi deixado apenas um vão sob a sala de estar onde foram instalados o depósito, a adega e a área de serviço.

Para manter a residência sempre aquecida, Benedetti optou pelo fogão mineiro, a lareira e as paredes estufas. Entre as telhas e o forro, incluiu painéis de OSB e lona impermeabilizante que também garantem o conforto térmico.

o inverno, como um bom mineiro, o proprietário adora reunir a família e os amigos em torno da mesa entre a cozinha e a sala para saborearem seus deliciosos pratos vislumbrando o belo visual para a serra. (Silvana Maria Rosso, colaboração para UOL)

Ficha técnica

Casa em Monte Verde, Monte Verde (MG)

Projeto de Enrico Benedetti Arquitetura

Detalhes do projeto
  • Área do Terreno 1.104 m²
  • Área Construída 180 m² de área útil e 52 m² de terraço
  • Início do Projeto 2006
  • Conclusão da Obra 2008
  • Projeto Enrico Benedetti
  • Colaboradores Marcos Woeltz, Roberta Villela, Wendell Ferreira
  • Projeto Estrutural - Concreto Bertuci&Garcia Engenheiros Associados
  • Construção Gilmar Gomez Costa
  • Projeto de Instalações Elétricas Bertuci&Garcia Engenheiros Associados
Topo