Casas

Com 260 m², sobrado em São Paulo reúne ateliê de 36 m² e confortável residência

Ao contratar os serviços profissionais do arquiteto Paulo Faccio, o cliente, um jovem artista plástico que vive sozinho, sabia exatamente o que desejava: uma casa que reunisse não apenas os espaços convencionais de moradia, mas também uma área confortável onde pudesse criar com tranquilidade suas obras de arte. O terreno de quase 300 m² em aclive estava situado no meio da quadra de uma rua tranquila da Vila Siciliano, bairro da zona oeste paulistana. "Como o cliente sabia bem o que queria, teve uma participação importante na etapa de concepção do projeto", conta Paulo Faccio, que não só projetou, mas também coordenou a execução da obra.

 

Por se tratar de espaços para obras de arte, o projeto desenvolveu uma arquitetura discreta, com volumetria de poucos elementos, blocos recortados, balanços, um padrão único de caixilhos e materiais de acabamento quase monocromáticos. Além de uma abertura frontal, para movimentação de cargas, a casa apresenta um hall de entrada lateral, com pé direito duplo, que divide a construção em duas partes não-estanques, uma destinada à moradia, e outra aos espaços de trabalho do artista.

Para trabalhar e para viver

A parte destinada à área de trabalho, com 36 m², ocupa a frente do lote. No piso térreo foi implantada a oficina, e no superior, o estúdio. No amplo pavimento da oficina são executados trabalhos com argila, gesso e madeira. O espaço recebeu piso de resina poliuretânica da PlayPiso, aplicado sobre a argamassa de regularização. Sua localização, ao nível da rua, e o pé direito de 4,50 m, facilitam o acesso de veículos para carga e descarga de peças de grandes dimensões e materiais pesados.

A parte residencial foi voltada para a área ajardinada do fundo do terreno que, situada 1,40 acima do nível da rua, é a parte mais alta do lote. O térreo reúne as salas de estar e jantar, área de serviço, cozinha e lavabo; o pavimento superior acomoda a suíte com terraço integrado, um banheiro e o estar íntimo com biblioteca. A casa recebeu externamente pintura de textura acrílica na cor cinza claro e internamente pintura em látex acrílico branco, ambas da Coral. Os pisos externos foram revestidos de pedra de basalto cinza serrado e, os internos, com basalto cinza polido, fornecidos pela Granbasal. Na área íntima há tacos de madeira cumaru fornecido pela IndusParquet.

Nas aberturas, foram usados caixilhos de alumínio com pintura eletrostática na cor branca da Esquadrias Metálicas Centro e vidros temperados e laminados leitosos da Metal Glass. As fechaduras e dobradiças foram fornecidas pela La Fonte e Dorma, as louças e metais sanitários pela Deca, e cubas de inox pela Mekal. (Éride Moura, colaboração para o UOL)

Ficha técnica

Casa e ateliê Vila Siciliano, São Paulo

Projeto de Paulo Faccio Neto

Detalhes do projeto
  • Área do Terreno 299, 42 m²
  • Área Construída 262,45 m²
  • Início do Projeto 2001
  • Conclusão da Obra 2007
  • Colaboradores Orlando Morassi Junior
  • Projeto de Paisagismo Ana Maria Cintra
  • Projeto de Fundação W.A. Engenharia
  • Projeto Estrutural - Concreto W.A. Engenharia
  • Projeto de Instalações Elétricas Sinésio Costa Sobrinho / Waldemar Falceta (instalações hidráulicas)
Topo