Apartamentos

Conforto, requinte e arte compõem o projeto de interiores de apartamento na zona sul de SP

Uma reforma sem radicalismos. Assim pode ser definido o projeto criado pelo arquiteto Diego Revollo para o apartamento de 350 m², situado na Vila Nova Conceição, bairro da zona sul de São Paulo. Os proprietários, um casal jovem com dois filhos pequenos, desejavam uma moradia que se adequasse ao seu perfil: pessoas com formação cultural sólida, que apreciam arte e têm o Modernismo como referência -mas que fosse usado com moderação, sem exageros de design, excluindo qualquer sinal de pretensão ou até de esnobismo ou ostentação. Tudo muito “low profile”, como eles.

Partindo dessas premissas, o arquiteto procurou, em primeiro lugar, dotar a residência de grande praticidade, adaptando os ambientes às necessidades dos moradores. Na suíte do casal, por exemplo, foi ampliado o closet, integrando o do homem e o da mulher a partir da redução da área de circulação interna. Duas suítes foram ocupadas pelas crianças e a terceira foi transformada em home-office. Outra providência foi trocar as portas do apartamento, abrindo as paredes de piso a teto e colocando outras portas, ora de correr, ora pivotantes; a solução contribuiu para aumentar o pé-direito dos espaços.

Um dos pontos fortes da reforma foi a integração do hall de entrada com o living. A porta de separação foi substituída por painéis pivotantes feitos de nogueira americana maciça, contrastando com as portas de aço dos elevadores. Entre esse conjunto de painéis e portas também está a do lavabo, escamoteada em meio aos painéis. Apenas uma escultura branca, do artista Ascânio, se encarrega da decoração em sintonia com o piso de mármore travertino levigado.

Linhas retas e elementos contemporâneos criam composições de grande harmonia mesclando materiais com equilíbrio e elegância. No living, a única alteração foi a instalação de uma porta de correr branca na lateral da sala de jantar interligando –ou delimitando- o espaço da sala de almoço. Em todo o living, a madeira aparece aquecendo os recantos e em contraposição com os materiais frios, como o mármore do piso. Os tons neutros e quentes, como o cinza, bege e marrom, prevalecem no conjunto, de modo que o colorido é reservado para os quadros.

As poucas peças de design italiano evidenciam a contemporaneidade do estilo contrastando com alguns objetos de extrema delicadeza e refinamento, como as luminárias de Murano e os plafons. A iluminação de todo o living é indireta, embutida na sanca em L que contorna a ala social – jantar, estar, lounge e home theater. O teto rebaixado em gesso também embute alguns pontos de luz com foco direcionado para as obras de arte. O projeto luminotécnico é reforçado pela automação que garante conforto e possibilita a criação de diversas cenas, de acordo com a necessidade do momento. (Ledy Valporto Leal, colaboração para o UOL)

Ficha técnica

Apê Vila Nova Conceição, São Paulo

Projeto de Diego Revollo Arquitetura

Detalhes do projeto
  • Área Construída 350 m²
  • Início do Projeto Maio 2009
  • Conclusão da Obra Abril 2010
  • Projeto Diego Revollo
  • Equipe Carolina Toledo, Bruno Mattos, Marcela Guerreiro, Laís Minatel, Marcelo Rizzo, Paula Mattos e Suzane Lie Fukuda
  • Construção GDSA Engenharia
  • Projeto Luminotécnico Diego Revollo Arquitetura
Topo