Projetos

Cor e vidro compõem o escritório de Brunete Fraccaroli e refletem o estilo da arquiteta

Quem chega ao escritório da arquiteta Brunete Fraccaroli depara-se logo de cara com um hall inusitado. A parede forrada de espelhos revestidos com películas coloridas registra em tamanho gigante a assinatura da arquiteta. Mas não é só isso. A duas portas curvas de vidro também surpreendem o visitante.

A novidade não está no fato de serem curvas, mas de apresentarem a forma de um S. Embora o resultado seja extravagante, a técnica para alcançar o formato não é nada complexa. "O vidro comum é colocado em um molde com a curvatura desejada, e então volta para o forno, em determinada temperatura até se curvar, conforme o molde", explica.

O escritório da arquiteta toma a planta inteira do pavimento de um prédio, e foi ocupada em linhas ortogonais. Nas entradas, situou as áreas públicas; em frente ao "core" (núcleo que reúne escadas e elevadores) foram dispostas as salas dos arquitetos, apoiadas por pequenas áreas de reuniões, e o setor administrativo, conectado a uma área reservada para reuniões menores ou internas. A sala da arquiteta, estrategicamente colocada entre o setor burocrático e a sala de reuniões para visitantes, possui banheiro e copa próprios. (Silvana Maria Rosso, em colaboração para UOL)

Ficha técnica

Escritório da arquiteta, São Paulo

Projeto de Brunete Fraccaroli

Detalhes do projeto
  • Área Construída 210 m²
  • Início do Projeto 2004
  • Conclusão da Obra 2005
  • Projeto Brunete Fraccaroli
Topo