Casas

Em reforma, casa de vila ganha estrutura metálica para aproveitar terreno estreito

Giovanny Gerolla

Do UOL, em São Paulo

Quanto mais raras, mais concorridas. Assim são as pequenas casas de vilas, em ruas fechadas -e potencialmente mais seguras- dos bairros tradicionais da cidade de São Paulo. A Casa Cayowaa, na região de Perdizes, é um exemplo desses sobrados geminados e, para valorizá-lo ainda mais, o arquiteto e professor da FAU-USP Francisco Spadoni trabalhou em uma grande reforma que incluiu intervenção estrutural, mudanças significativas no layout interno e criação de um novo volume em pavimento duplo nos fundos do terreno.

Apesar de tanta novidade, a ideia não era descaracterizar a fachada, uma vez que as residências vizinhas vêm mantendo seu aspecto original ao longo das décadas. Por dentro, no entanto, paredes foram demolidas e deram espaço a grandes vãos fechados por panos de vidro sobre trilhos, a fim de trazer para os interiores luz do sol abundante.

O esqueleto

As grossas paredes de alvenaria, de 30 cm de espessura, em blocos maciços, foram reforçadas com vigas metálicas e  pilares de concreto, para que a velha estrutura suportasse o peso da nova arquitetura.

Por sua vez os vãos (que podem ser isolados pelos panos de vidro), quando abertos, criam um longo corredor de ventilação natural, que vai desde a porta de entrada até os fundos, no bloco anexo, onde um escritório foi construído sobre o que antes era uma pequena edícula de quintal.

Interiores integrados, exterior bem-resolvido

Linhas retas e limpas e muita luz harmonizam-se em uma configuração de interiores que tira partido do terreno de tamanho reduzido, mas que, por ser bem aproveitado, amplia a sensação de conforto. A nova estrutura de um branco contínuo é pontuada pelo rústico do concreto, do aço e do alumínio –cada qual em sua dose exata.

A circulação externa, para aproveitar todo e qualquer espaço do lote, traz elementos inusitados, como uma passarela metálica que interliga os dois blocos (da frente e dos fundos) no nível do segundo pavimento.

Hoje, com um dormitório a mais, a casa ganhou ainda um ensolarado terraço na cobertura que, além de servir para recepção de amigos, meditação e horas de preguiça, oferece belíssima vista sobre a zona oeste da capital paulista.

Ficha técnica

Casa Cayowaa, São Paulo (SP)

Projeto de Francisco Spadoni - Spadoni AA

Detalhes do projeto
  • Área Construída 150 m²
  • Início do Projeto 2010
  • Conclusão da Obra 2010
  • Projeto Spadoni AA
  • Equipe Tiago Andrade, Carolina Mina Fukumoto, Fabiana Benine, Sabrina Chibani, Jaime Vega e Samir Gouveia
  • Projeto de Arquitetura Francisco Spadoni
  • Projeto de Paisagismo Célia Alves
  • Projeto Estrutural - Concreto Marcel Mendes
  • Projeto Estrutural - Aço Marcel Mendes
Topo