Casa e decoração

Em SP, reforma de apê dos anos 70 só deixou paredes, vigas e pilares em pé

Simone Sayegh

Colaboração para o UOL, de São Paulo

O arquiteto Renato Dalla Marta, do escritório de arquitetura AUM comprou um imóvel na zona sul de São Paulo e queria reforma-lo. Além dos acabamentos, hidráulica e elétrica precisavam ser inteiramente trocadas e os ambientes readaptados a um casal com dois filhos pequenos. Assim, pode-se dizer que o único sistema que permaneceu intacto do apê com 160 m² foi a estrutura.

Robustos e aparentemente superdimensionados, vigas e pilares de concreto armado foram deixados aparentes. O novo desenho da residência seguiu a divisão original dos ambientes, com pequenos avanços e recuos de áreas, o que resultou em dois dormitórios para os filhos pequenos, um banheiro comum, uma suíte de casal com closet, estar e jantar integrados, lavabo e cozinha com área de serviço.

Acabamentos

Logo na entrada, o novo piso de cumaru, assentado no padrão escama de peixe, segue desde a porta do elevador até os espaços de uso comum. A integração entre externo e interno, porém, não é total: os limites são marcados pela divisória de vidro translúcido verde e pela porta de entrada, revestida com laminado melamínico grafite.

Aliás, essa é a cor que rege os tons de grande parte dos acabamentos, em composição com o branco. O grafite está nas paredes de cimento queimado, nas pastilhas hexagonais do piso dos banheiros, nos armários da cozinha e dos dormitórios dos filhos, no lavabo e no mobiliário desenhado pelo escritório. Tal decisão entrou em sintonia com o concreto, mantido aparente em todos os ambientes.

Uma vez dentro do apartamento, a grande sala revela ambientes distintos apenas pela presença dos móveis com traços “vintage”. De um lado, o estar com rack e mesa de centro, desenhados pelos arquitetos do escritório AUM. Do outro, uma grande estante revestida de laminado abraça as divisórias que delimitam um dos dormitórios e a sala de jantar.

O recuo onde a estante é encaixada possibilitou a criação de mais um armário de uso íntimo, voltado para o corredor de acesso aos quartos. Ainda na ala de uso social, um ponto de cor é realçado em meio à sobriedade cinzenta: o amarelo da cuba de quartzo do lavabo, que confere um toque contemporâneo ao estilo sessentista.

O amarelo reaparece na mesa e no nicho para eletrodomésticos da cozinha, onde o cinza impera no piso, paredes e armários revestidos com laminado melamínico. As áreas molhadas seguem a mesma lógica do projeto, com paredes revestidas com cimento queimado. Nos dois banheiros, porém, a presença da madeira (freijó) nos gabinetes, que aquece os ambientes.

Íntimos e iluminados

Os dormitórios dos filhos pequenos se assemelham nos móveis, disposições e acabamentos escolhidos. Ambos dispõem de berços, cômodas e poltronas. Nas paredes as pinturas são tênues e alguns nichos circulares servem para expor objetos.

A suíte do casal foi redimensionada para abrigar um closet aberto, com armários em MDF. A viga inclinada destaca-se em meio às prateleiras e, na área de dormir, o mobiliário é enxuto, assim como o conceito do espaço. Cama com cabeceira branca, pintura cinza na parede e criados-mudos desenhados pelo escritório.

O projeto luminotécnico é certeiro e eficiente. A escolha recaiu sobre iluminação indireta em grande parte dos cômodos. Uma grande luminária pendente tipo fita, presa direto na laje da área social cobre todo o estar e a entrada do apartamento. Os dormitórios dispõem de pendentes indiretos centrais “dimmerizáveis” e arandelas de parede, enquanto corredores e banheiros ganharam iluminação embutida. 

Ficha técnica

Apê Paraíso, São Paulo (SP)

Projeto de AUM Arquitetos

Detalhes do projeto
  • Área Construída 160 m²
  • Projeto AUM Arquitetos
  • Equipe André Dias Dantas, Bruno Vitorino e Renato Dalla Marta
  • Colaboradores Maíra Baltrusch, Aline Pinheiro, Victor Vernaglia, Ana Claudia Schad, Fabiana Kalaigian e Rafhael Rosa Silva
  • Projeto de Arquitetura AUM Arquitetos
  • Projeto de Decoração AUM Arquitetos
  • Construção Construleste
  • Gerenciamento da Obra AUM Arquitetos
  • Projeto de Instalações Elétricas Ronaldo Viveres
  • Projeto Luminotécnico AUM Arquitetos
Topo