Casa e decoração

Materiais práticos e marcenaria inteligente renovam miniapê no Rio

Silvana Maria Rosso

Do UOL, em São Paulo

O apartamento de um dormitório com 34 m² em um prédio de Copacabana, no Rio de Janeiro, tinha acabamentos antigos e desgastados e iluminação deficiente, características acumuladas desde a década de 1970 e reforçadas por reformas pontuais realizadas no correr dos anos. Porém, a localização privilegiada oferece ao espaço a brisa do mar e o frescor da Mata Atlântica, presente na subida do Parque do Cantagalo: era algo a ser levado em conta.

Fabiano Ravaglia, o dono do apê e sócio do escritório de arquitetura Ravaglia & Philot, se auto define como sendo do tipo caseiro que recebe os amigos para jantar e conversar. Por ser arquiteto, aproveitou a oportunidade para fazer suas experimentações, transformando o lugar em um canto com máximo conforto, apropriado para o isolamento quando necessário.

Luz, cor e recursos práticos

"Nesse apartamento fiz uma série de estudos de tipos de iluminação, detalhamentos de marcenaria e combinação de cores. Estar em casa para mim significa entrar em contato comigo mesmo", diz Fabiano. A proposta foi renovar rapidamente o imóvel com alguns recursos práticos, como o laminado Carvalho Viena (Durafloor), aplicado sobre o piso existente.  

A porta de entrada e as paredes adjacentes foram revestidas com freijó lavado – mesmo padrão usado no rack da sala - e a nova pintura trouxe mais luz e amplitude aos ambientes, que têm claridade controlada por cortinas de poliéster – material de fácil manutenção que não amassa –, da coleção Dias (Orlean).

Mais mudanças

Na sala composta de estar e jantar, o ponto alto é a marcenaria sob medida, que otimiza o espaço: um móvel multiuso cumpre várias funções e as prateleiras de freijó ampliam a possibilidade de organização dos objetos. Para separar ou integrar o ambiente ao quarto, uma porta de correr foi executada em freijó e espelho. O intuito é que o elemento assuma caráter decorativo e funcional, uma vez que amplia a mesa de jantar e divide os espaços.

No quarto, a transformação concentrou-se na troca dos armários e em sua nova disposição, que oculta o acesso ao banheiro e aproveita bem o perímetro do ambiente. Para isso, toda a estrutura foi feita em madeira maciça de freijó, o que torna os módulos bem resistentes para suportar o peso de portas de correr piso-teto com 2,6 m de altura.

Ficha técnica

Apê Copacabana, Copacabana, Rio de Janeiro (RJ)

Projeto de Ravaglia & Philot

Detalhes do projeto
  • Área Construída 34 m²
  • Início do Projeto junho de 2014
  • Conclusão da Obra setembro de 2014
  • Projeto Ravaglia & Philot
  • Projeto de Arquitetura Ravaglia & Philot
  • Projeto de Decoração Ravaglia & Philot
  • Projeto Luminotécnico Ravaglia & Philot
Topo