Casas

No ponto mais alto do terreno, casa tem vista para a Serra do Curral, em Minas

De acordo com o arquiteto Humberto Hermeto, autor deste projeto, a principal exigência do cliente foi que tanto a casa quanto o terraço com jardim e piscina estivessem no mesmo nível, e implantados no ponto mais alto possível, para que a família pudesse usufruir da paisagem da região. Antes de satisfazer essa premissa, no entanto, o arquiteto teve de resolver o difícil problema da topografia do lote, situado no condomínio Vila Castela, em Nova Lima, a 20 km de Belo Horizonte, junto à Serra do Curral.

O terreno, medindo 20 m x 50 m, apresentava um aclive acentuado de aproximadamente 68% nos dez primeiros metros da parte frontal. A remoção de terra mostrou-se economicamente inviável, pois esse trabalho e mais a construção de arrimos para acomodar a rampa de acesso, teriam um custo superior ao preço pago pelo lote. Além disso, a rampa ocuparia mais de 60% da área do terreno, o que impossibilitaria a implantação do projeto desejado pelo cliente.

O arquiteto optou, então, por uma solução pouco usual: implantar a casa numa cota de 15,50 m acima do nível da rua, com acesso por elevador. Um corte na parte frontal do terreno, que ocupou uma faixa de 5,5m, permitiu a implantação da garagem, e o restante da terra foi contido por um muro de arrimo de 4,40 m altura. O elevador de acesso aos ambientes da moradia foi colocado no lado esquerdo do terreno.

O longo volume da casa, em dois pavimentos, foi disposto longitudinalmente ao terreno. A parte superior, que recebe insolação norte, reúne sala de estar, jantar, cozinha e quartos, e se abre para o terraço-jardim lateral, com piscina. Sua extremidade leste avança em direção ao afastamento permitido, criando a ampla sala de estar parcialmente em balanço.

Mirante

Este espaço, com três fechamentos envidraçados, funciona como mirante, permitindo uma visão de 180° da Serra do Curral. O acesso à sala pode ser feito tanto pelo elevador, quanto por escadas que levam ao terraço lateral e ao piso inferior.

Elemento de ligação entre o corpo da casa e a área de lazer, o terraço funciona como extensão da cozinha. Dessa forma, pode ser evitada a construção de área de churrasqueira e demais acessórios, o que permitiu maximizar o espaço do terraço. Separando o núcleo íntimo (quartos e estar íntimo) e social (estar, jantar e cozinha), foi projetado um vazio, que recebe iluminação zenital e se conecta ao pavimento inferior, com área de serviço, escritório, sauna e dependências de empregados.

A estrutura da casa é convencional. São 16 colunas que, apoiadas sobre uma base de tubulões, sustentam o corpo principal da casa. Nessas colunas, está apoiado um par de vigas longitudinais que sustentam a laje de piso. A laje de cobertura é suportada por outras duas vigas, que, invertidas, livram o interior de interferências e criam uma maior integração entre os espaços. (Éride Moura, colaboração para o UOL)

Ficha técnica

Casa BF, Nova Lima (MG)

Projeto de Humberto Hermeto

Detalhes do projeto
  • Área do Terreno 963 m@
  • Área Construída 320 m²
  • Início do Projeto 2003
  • Conclusão da Obra 2005
  • Projeto Humberto Hermeto
  • Colaboradores André Gabruch
  • Projeto Estrutural - Concreto Carlos Alberto Fonseca
  • Construção PHM Engenharia
  • Projeto de Instalações Elétricas Projelet Projetos de Sistemas Prediais
Topo