Projetos

Nos EUA, casa de campo é projetada como construção móvel

Karine Serezuella

Do UOL, em São Paulo

Por duas décadas, Dan George planejou uma casa de campo a ser instalada em seu resort Canoe Bay, localizado próximo à cidade de Chetek, Wisconsin (EUA). No entanto, George não queria apenas oferecer mais uma alternativa de acomodação aos seus hóspedes. A ideia era viabilizar a construção de uma residência que pudesse ser transportada sobre o chassi de um caminhão e “estacionada” no local onde o dono desejasse.

Intitulada “Escape” (fuga, em tradução livre), a obra se limita a 37 m² de espaço interno (descontada a medida da varanda envidraçada, considerada uma área externa). Essa dimensão a qualifica sob as leis federais e estaduais dos Estados Unidos como um trailer ou motorhome “para recreação”, que tanto pode ser constituído de uma cabine, quanto de uma "casa" projetada para ser conduzida a um lugar onde possa permanecer durante um longo período ou mesmo permanentemente.

O projeto “ESCAPE”

Embora seja por definição um trailer ou motorhome, “Escape” foi pensada como uma casa de campo, ideal para um solteiro ou um casal sem filhos. Com quarto, sala, banheiro e cozinha integrados em um único ambiente, seu interior lembra o dos apartamentos diminutos do tipo estúdio.

Desenhada pelo próprio Dan George em conjunto com o escritório de arquitetura SALA Architects, a construção é estruturada basicamente em madeira, o que lhe confere um ar rústico. E a esse "esqueleto" estão aplicados panos de vidro que, de forma pontual, acrescentam um aspecto contemporâneo e funcional à edificação. Pois as esquadrias amadeiradas dos “janelões” são preenchidas por vidros conhecidos como “Low-E” (“low emissivity”, de baixa emissividade),  dotados de uma fina película metálica, que permite a passagem da luz natural, mas filtra os raios solares. Isso reduz a perda de temperatura entre os ambientes e garante maior conforto térmico ao diminuto espaço.

Além da eficiência técnica, o motorhome ganhou um detalhe que faz com que a casinha móvel não tenha uma aparência de caixa e se assemelhe às residências comuns: a estrutura do telhado recebeu um beiral maior que o comumente aplicado a projetos desse tipo. 

Arquivo Pessoal
Desenho original feito por Dan George para a casa "Escape", uma residência que pode ser transportada e "estacionada", com living, cozinha e suíte, além de varanda imagem: Arquivo Pessoal

Personalizável

Embora você não possa aumentar a dimensão da edificação, porque a desqualificaria como uma casa móvel (é aceitável somente reduzir os 37 m²), o projeto dá liberdade para que o mobiliário, os acabamentos e os objetos decorativos sejam personalizados. Tudo, claro, a um custo. Para adquirir a versão básica deste motorhome nos EUA, o investimento é de US$ 79 mil.

Com vista para o lago, a varanda é o chamariz da casa “Escape” no resort. O ambiente guarnecido de vidraças se transforma em uma extensão da sala de estar e dela é separada por portas francesas de madeira. Para aumentar a sensação de espaço e melhorar a luz e a ventilação, o living conta ainda com um teto abobadado. A lareira (item opcional), embutida na parede onde está colocada a TV de tela plana, arremata o clima aconchegante que paira no ambiente.

Junto ao living, a pequena cozinha conta com armários embutidos de madeira, também modificáveis. Para um melhor aproveitamento do espaço, os eletrodomésticos com acabamento em aço inoxidável se acoplam a esse mobiliário. Encaixadinhos também estão os móveis e objetos do quarto: há espaço para cama, criados-mudos e arandelas dispostas nas laterais da cabeceira. Por fim, o banheiro tem louças com design assinado pela alemã Hansgrohe e piso aquecido.

Casas sobre rodas

Para dirigir a maioria dos trailers “park model RV” – como o “Escape” - nos EUA, é necessária uma permissão para transporte de carga extensa, porque o veículo pode ocupar mais de uma faixa da estrada. Esse tipo de cabine ou casa móvel deve ser estacionado em um local plano, de preferência, sobre uma base de cascalhos ou um bloco de concreto e, de modo geral, é utilizado como uma locação para férias, uma cabine para hóspedes ou a residência definitiva após aposentadoria.

No Brasil, os veículos motorhome são menos comuns e devem atender às normas previstas pela Resolução nº 210 de 13 de novembro de 2006, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que estabelece os limites de peso e dimensões para veículos que transitem por vias terrestres. 

De acordo com dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), atualizados em fevereiro de 2014, no Brasil existem 7.054 motorhomes. O Rio Grande do Sul é o estado com maior número (2.667), seguido por Santa Catarina (1.239) e São Paulo (1.157). Ainda segundo o órgão, os motoristas com carteira de habilitação a partir da categoria “C” estão autorizados a conduzir um veículo automotor da espécie "motorhome".

Ficha técnica

Casa de campo "Escape", Chetek, Wisconsin (EUA)

Projeto de Dan George e SALA Architects

Detalhes do projeto
  • Área Construída 52 m² (sendo 37 m² de área interna)
  • Início do Projeto 2013
  • Conclusão da Obra 2013
  • Projeto Dan George
  • Equipe Dan George e SALA Architects
  • Projeto de Arquitetura Dan George e SALA Architects
  • Projeto de Decoração Dan George
  • Construção Briarwood Construction
  • Projeto Luminotécnico Dan George
Topo