Decoração de ambientes

Projeto de decoração uniformiza apês unidos em planta com 325 m²

O projeto da arquiteta de interiores Sueli Adorni foi desenhado para a residência de uma executiva solteira, que comprara dois apartamentos em um novo edifício paulistano. “Eram dois imóveis espelhados que tratamos de unir em um só”, diz a decoradora, "a grande vantagem foi que entrei com o projeto de interiores antes mesmo da execução da obra, e assim os espaços foram construídos de acordo com minha proposta".

 

A junção das duas unidades foi feita pela própria construtora responsável pelo empreendimento, o que manteve a validade da garantia de cinco anos sobre o imóvel novo, que passou a medir 350 m².

No coração da residência estão cozinha e copa, abraçadas por um grande U, em cujas pernas estão as duas alas íntimas (uma delas com a suíte principal e, a outra, com duas suítes de hóspedes e um escritório), enquanto a curva acomoda toda a área social, com dois ambientes de estar, bar e sala de jantar.  Cada sala de estar tem sua própria varanda.

Uma das paredes da cozinha foi substituída por uma porta de correr de madeira de 1,5 m de largura que integra totalmente a copa ao living com home theater com lareira.

Não só a distribuição das paredes foi executada segundo o que solicitava o projeto de interiores, mas também todas as instalações elétricas foram previamente preparadas para pontos de iluminação específicos, estipulados em projeto luminotécnico assinado por Isabelle Paulo.

Luminotecnia e continuidade

O conceito dispensou luzes em tom branco pleno. Todas as lâmpadas tendem ao amarelo e são automatizadas e dimerizadas, o que permite criar cenários diferentes - mais iluminadas, para receber visitas, ou de luz mais baixa, para momentos intimistas.

Sueli Adorni diz que a junção de dois apartamentos expôs uma série de vigas estruturais. "A solução foi escondê-las sob rebaixos de gesso em formas mais acentuadas." O trabalho de gesso, camuflando as vigas, também pôde ser aproveitado pelo projeto luminotécnico, na distribuição de pontos de luz.

O piso faz a continuidade entre cozinha, copa e livings, com peças de um metro por um metro de porcelanato brilhante. "Era gosto da cliente que, em todo o apartamento, os tons variassem do off white ao marrom, passando pelo bege e pelo cru", explica Sueli Adorni. Como resultado, o acabamento do piso foi feito com rodapé de madeira; outros elementos, como a lareira de mármore crema marfil e a mesa lateral do living, compõem com o porcelanato.

Característica marcante dos projetos de Sueli Adorni, o apartamento Mont Blanc não poderia deixar de trazer muitas paredes espelhadas. "Dá requinte e amplia ambientes", justifica. Ela admite, no entanto, que só lança mão deste artifício se a ideia agradar ao cliente. No caso desta residência, o resultado com os espelhos foi funcional, elegante e ressaltou o estilo contemporâneo, com muita sofisticação. (Giovanny Gerolla, colaboração para o UOL)

Ficha técnica

Apartamento Mont Blanc, São Paulo

Projeto de Sueli Adorni

Detalhes do projeto
  • Área Construída 325 m²
  • Início do Projeto maio de 2007
  • Conclusão da Obra janeiro de 2008
  • Projeto Suelli Adorni
  • Projeto Luminotécnico Isabelle Paulo
Topo