Apartamentos grandes

Projeto de interiores reorganiza coleção de arte em apartamento de 300 m²

Após morar em várias localidades do mundo, principalmente na Ásia, o casal, na faixa dos 65 anos, acumulou ao longo da vida coleções de mobiliário, esculturas, quadros e objetos. Espalhadas pela casa, as peças não possuíam um fio condutor que as organizasse ou promovesse uma leitura.

Mesmo possuindo peças de qualidade, a residência trazia centenas de miniaturas espalhadas por todos os cantos, no piso e nos móveis. Além disso, o retorno da filha que morava nos Estados Unidos, modificaria os limites da casa dos pais no Brasil, exigindo a readequação do imóvel à nova realidade da família.

A responsabilidade de valorizar as coleções e adaptar o imóvel ficou a cargo da arquiteta Patrícia Magalhães que, para obter um resultado positivo, separou todas as peças de qualidade - dentre quadros, objetos e móveis - e delicadamente descartou aquelas que eram exageradas.

Segundo ela, "tudo na casa é carregado de história e fortes tons emocionais. Nada está lá por acaso". E uma das missões da arquiteta foi transformar o espaço sem interferir no apego emocional dos moradores.
 

A esposa, proprietária das miniaturas e da multiplicidade de objetos, iniciou o processo, descartando-as, embalando-as e fazendo doações com determinação e assertividade. "Alguns móveis foram doados, outros foram para o depósito de um amigo colecionador, e outros, que estavam emprestados para familiares, voltaram", conta a arquiteta.

A reforma foi realizada em duas etapas, durante período de viagens e festas, de forma que a família não tivesse que deixar o imóvel para tal. O antigo escritório virou o quarto da filha. Uma das suítes foi anexada ao living para abrigar o novo espaço da esposa. E o living foi dividido em dois com drywall, contendo o home theater

Além dessas reformulações, foi realizada uma modernização na infraestrutura de elétrica, áudio, vídeo, automação, iluminação, forro de gesso, pintura, recuperação do piso de madeira original, alteração do piso da área íntima, estofados e marcenaria, deixando imóvel com mais de 20 anos tinindo. (Silvana Maria Rosso, colaboração para UOL)

Ficha técnica

Apartamento no Alto da Boa Vista, São Paulo (SP)

Projeto de Patrícia Magalhães

Detalhes do projeto
  • Área Construída 300 m²
  • Projeto Patrícia Magalhães
  • Colaboradores Alexia Buzzoleti e Aline Paschoal
  • Construção Plurienge Engenharia
  • Projeto Luminotécnico Cia de Iluminação
Topo