Últimas de Estilo de vida

Reforma de apê com 180 m² cria "novo lar" por um terço do valor do imóvel

Giovanny Gerolla

Do UOL, em São Paulo

Pagar o preço de um apartamento que acabou de ficar pronto não é garantia de aconchego e nem a única forma de se conseguir um novo espaço para viver. Investir na arquitetura de interiores, sim, tanto para um imóvel cheirando a cimento recém-seco, quanto na reforma de um antigo.  

O proprietário deste apê em Moema (zona sul de São Paulo) queria uma casa nova, mas preferiu reformar os 180 m² do imóvel que já possuía. Investindo R$ 600 mil, viu o custo reduzido a até um terço, se comparado à compra de um apartamento similar, e teve seu lar novamente habitável em pouco tempo, pois a obra durou seis meses.

Solteiro, ele recebe suas filhas gêmeas adolescentes para estadias curtas e queria um espaço mais moderno e bonito, mas também precisava de um ambiente em que se sentisse confortável e acolhido ao permanecer por longos períodos, afinal, seu trabalho seria feito dali.

A reforma

O projeto da KTA (Krakowiak & Tavares Arquitetura) integrou as salas de estar com jantar de uma nova forma e através de um pórtico de gesso e dos painéis de couro a lareira e o apoio da TV dialogam, ao passo que escondem elementos estruturais (vigas e pilares) expostos depois da demolição de algumas paredes.  O que hoje é o home theater, um dia já foi dormitório.

“Na obra da sala também foi determinante o uso das persianas”, informa a arquiteta Claudia Krakowiak Bitran. Grandes, elas cobrem janelas duplas e estão embutidas no forro de gesso que recebeu pontos de luz. A ala social é ampliada pelo recurso, que a deixa ainda mais iluminada pelo contraponto com as paredes revestidas de espelho e opostas às aberturas.

A marcenaria que regra e apoia a decoração foi totalmente projetada pelo escritório KTA, para que se encaixasse com perfeição no programa de cada ambiente: em quartos, salas, cozinha e até na varanda, onde há um escritório adaptado para realização de videoconferências, há pontos de mobiliário planejado.

Cor, marcenaria e granito

Com tons de cinza - claros e escuros, brilhantes e opacos -, o quarto do proprietário é o ápice da reforma para o apartamento ocupado há mais de 20 anos. Reformulado, ganhou acento masculino elegante com papel de parede, carpete e cortinas mais escuros e convidativos, próprios para quem gosta de assistir TV na cama. Na cozinha é a ergonomia e a amplitude que predominam. A marcenaria embutiu tudo, até o cesto de lixo, e através de prateleiras e gaveteiros que deslizam suavemente guarda objetos e produtos até o fundo dos armários.

Com tantas mudanças, porém, foi possível aproveitar materiais nobres pré-existentes no apartamento. A madeira original da marcenaria dos quartos das filhas foi mantida e ganhou acabamentos em laminado melamínico ou laca lilás  para melhorar a funcionalidade e a estética dos espaços. Nas áreas úmidas, o piso em granito também pôde ser preservado. Sinal de que modernizar não significa anular a história ou descartar indiscriminadamente. 

Ficha técnica

Apê Moema, São Paulo (SP)

Projeto de KTA - Krakowiak & Tavares Arquitetura

Detalhes do projeto
  • Área Construída 180 m²
  • Projeto KTA ? Krakowiak & Tavares Arquitetura
  • Equipe Ana Cristina Tavares e Claudia Krakowiak Bitran
  • Construção Zello Engenharia
  • Projeto Luminotécnico Lumini e La Lampe
Topo