Últimas de Estilo de vida

Reforma de apê descompartimenta cômodos e dá frescor à decoração

Giovanny Gerolla

Do UOL, em São Paulo

O apartamento Raul Pompéia, originalmente, era compartimentado em vários cômodos reduzidos:  tinha dois banheiros, sendo um lavabo e outro de suíte, mais um dormitório, além de uma despensa entre a cozinha e as salas e um corredor de acesso aos quartos, ambos enclausurados e de uso obsoleto. Isso tudo em uma área total de 65 m².

Era preciso ampliar, para utilizar. Este foi o princípio que orientou o trabalho dos arquitetos do Hiperstudio, escritório de São Paulo. O projeto foi caracterizado por intervenções “cirúrgicas” que levaram o habitat a uma condição mais contemporânea, prezando pela conectividade e fluidez dos espaços e pela originalidade dos materiais.

Apesar da planta compartimentada em ambientes pouco iluminados, o edifício não era muito antigo (de fins da década de 1990), e já havia sido habitado pela família do proprietário – um DJ solteiro, sem filhos, e que pretendia ocupar o espaço com sua noiva, além de receber amigos.

Xeque-mate?

Se por um lado seus revestimentos eram pouco atraentes e o mobiliário existente bastante antiquado, por outro o cliente resistia a maiores intervenções. Não queria cozinha integrada com área social, porque temia a sujeira e o cheiro de comida nas salas. Também não aprovava a ideia de mexer muito na planta além da área social e sua principal demanda era que todos os ambientes do apartamento fossem climatizados.

“Mas víamos o potencial de integração entre cozinha e sala”, conta o arquiteto Ricardo Gonçalves. “E sabemos que a função do arquiteto é, muitas vezes, enxergar possibilidades espaciais que o morador não vê e alertá-lo para o que, sob o ponto de vista técnico, pode ser melhor e mais adequado, mesmo que esse não seja o desejo dele, em princípio.”

Assim, mesmo com toda a relutância do proprietário, foi encontrada uma solução para unir a sala à cozinha, sem deixar que a sujeira e a bagunça que podem ser geradas pelos serviços poluíssem visualmente os estares. Foram mantidos um pedaço da parede da cozinha, onde está encostada a mesa de jantar, e outra mais ao fundo, revestida com lajotas cerâmicas que imitam tijolinhos aparentes.

Os recortes de alvenarias ficam rentes e intercalados, e criam um zigue-zague de circulação entre os ambientes por eles integrados, ao mesmo tempo em que fixa espaços e usos definidos e independentes. Portanto, da sala, não há contato visual com o fogão ou as panelas.

Por fim, a integração do terraço à sala de estar, o aproveitamento de um corredor ocioso e a interatividade entre os dois ambientes de estar por meio de um sofá modular e reversível resumem as mudanças que concretizaram o conceito pretendido pelo design de interiores, tornando a casa funcional, contemporânea e descompartimentada. 

Ficha técnica

Apartamento Raul Pompéia, São Paulo (SP)

Projeto de Hiperstudio

Detalhes do projeto
  • Área Construída 65 m²
  • Início do Projeto outubro/ 2013
  • Conclusão da Obra maio/ 2014
  • Projeto Hiperstudio + Ana Montag
  • Equipe Ricardo Gonçalves, Ana Montag, Matheus Marques e Eduardo Barcellos
  • Projeto de Arquitetura Hiperstudio + Ana Montag
  • Projeto de Decoração Hiperstudio + Ana Montag
  • Projeto Luminotécnico Hiperstudio + Ana Montag
Topo