Últimas de Estilo de vida

Reforma moderniza apê com 50 anos e promove "terapia de casal"

Ledy Valporto Leal

Do UOL, em São Paulo

No início seria apenas uma pequena reforma no apê Barão do Tietê em Santa Cecília, bairro central de São Paulo. Os moradores, os arquitetos Marcelo Barbosa e Ana Mello, queriam focar somente na cozinha e na área de serviço para que os ambientes recebessem luz natural vinda das extremidades. “Nosso propósito era transformar a cozinha convencional em um modelo americano, retirando a parede que a separava do living e, assim, iluminar o ‘miolo’ da casa com a luminosidade vinda do estar e da lavanderia”, conta Marcelo.

Com 120 m², o apartamento antigo, com cerca de 50 anos, teve, então, demolida a parede e o espaço ficou muito mais claro e prático. O limite entre os ambientes sociais ganhou também armários e gaveteiros, além de bancadas de concreto com espessura de 2,5 cm que, ao receberem a marcenaria, resultaram em um visual contemporâneo e despojado.

A área de serviço foi ampliada com a escavação de uma parede muito espessa, típica dos apartamentos antigos, o que possibilitou a instalação de um armário em toda a extensão do ambiente. Este móvel possui duas gavetas para recicláveis e duas outras para roupas sujas. A lavandaria transformou-se também uma espécie de varanda, graças ao caixilho colocado na divisão com a cozinha, que proporciona uma visão “integradora dos espaços”, diz o arquiteto.

Segunda fase

Após a intervenção na ‘área molhada’, o casal ficou animado e resolveu ampliar a reforma. “Aí precisamos sair do apartamento”, afirma o arquiteto. A próxima etapa foi a modificação do living estreito e comprido, que se desdobrou em uma varanda. Como? O caixilho grande de correr original da fachada foi mantido e, recuada, a segunda caixilharia foi instalada para compor o novo espaço.

Na varanda recém-instalada, o piso de ladrilhos hidráulicos desenhados pelo arquiteto e artista plástico Flávio de Carvalho é o ponto alto. Essas peças foram vistas pelo casal compondo o passeio da Praça Dom José Gaspar e reproduzem os cinco sentidos – tato, paladar, audição, olfato e visão – e, agora, estruturam parte do chão do apê.

As modificações da residência prosseguiram na ala íntima, onde os arquitetos aproveitaram as grandes dimensões do dormitório principal e criaram mais um quarto multiuso, onde há um closet, um escritório, um sofá-cama para hóspedes e o banheiro. “Assim, quando vem um convidado, ele pode dormir nesse escritório e usar o banheiro. E nós fechamos a porta do nosso quarto”, resume o arquiteto.

“Foi um trabalho muito prazeroso, feito a quatro mãos. Eu e a Ana nos divertimos muito propondo coisas distintas. Acabou funcionando como uma boa terapia de casal”, conclui Marcelo.

Ficha técnica

Apê Barão do Tietê, São Paulo (SP)

Projeto de Marcelo Barbosa e Ana Mello

Detalhes do projeto
  • Área Construída 120 m²
  • Projeto Marcelo Barbosa e Ana Mello
  • Projeto de Arquitetura Marcelo Barbosa e Ana Mello (reforma)
  • Projeto de Decoração Marcelo Barbosa e Ana Mello
  • Construção Adilon
Topo