Apartamentos

Reforma no Itaim Bibi se transforma em laboratório para aplicação de revestimento inovador de vidro

Giovanny Gerolla

Do UOL, em São Paulo

Era uma vez um jovem casal de jornalistas empreendedores e editores de uma revista de comportamento. Interessados por turismo, artesanato e design contemporâneo, decidiram transformar a área social de seu apartamento em sala de recepção para visitas e reuniões de negócios com fornecedores e anunciantes.  

O antigo imóvel do Itaim Bibi foi entregue ao escritório SQ+ Arquitetos Associados, para repaginação completa de interiores, e o resultado foi um espaço visualmente rico em cores e formas, que mistura peças de designers internacionais com fotos, gravuras, objetos comprados em feiras de artesanato e, como não poderia faltar, muitos livros.

“A divisão original dos ambientes foi totalmente mantida e a reforma concentrou-se em mudar 100% dos revestimentos pré-existentes”, explica o arquiteto Sidney Quintela, do escritório SQ+ Arquitetos Associados.

Inovador, porém problemático

O apartamento foi um grande laboratório de teste para aplicação do Revest Glass – sanduíches de vidro em placas, patenteados no Brasil pela M. Simões. “O pré-fabricado tem camada interna de tinta automotiva e pode ser produzido com várias cores e texturas”, explica o arquiteto.

O material, no entanto, não teve boa aceitação. “Primeiro, porque o assentamento é difícil e as peças trincam com relativa facilidade; depois, ao requisitar peças de reposição, as novas não eram idênticas às anteriores”, avalia Quintela. Os problemas apresentados fizeram com que o revestimento fosse temporariamente retirado do mercado - pelo menos até que se aprimorem processos de produção e de assentamento - no entanto, Quintela afirma que a experiência com o vítreo no apartamento do Itaim Bibi foi bastante positiva.

  • Arte UOL

    Planta de layout do apartamento no Itaim Bibi reformado pelo escritório SQ+ Arquitetos Associados

Mix  interessante

De toda forma, a versatilidade de cores e padrões do Revest Glass combinada à madeira cumaru do piso brilhante deu base para a aplicação de objetos decorativos. Nesse contexto, o mobiliário também mesclou uma linguagem retrô ao uso intenso de cores. “Os proprietários queriam que a sala de estar passasse a ideia de algo ousado e moderno, mas ao mesmo tempo sofisticado e sério”, afirma o arquiteto.

No living, uma grande estante em marcenaria foi criada como galeria para a imensa variedade de livros e objetos colecionados. “A proprietária também faz, ela mesma, vasos de porcelana decorativos, que precisavam ser distribuídos junto de outros itens adquiridos em feiras de artesanato e viagens realizadas pelo casal, ao redor do mundo”, esclarece Quintela.

  • Rômulo Fialdini/ Divulgação

    Na parede da área de jantar, do apê no Itaim Bibi, as gravuras são da série Grafites, de Florian Raiss

Cortinas, paredes e móveis de apoio, como a estante, foram especificados na cor branca, para que não entrassem em choque com os revestimentos vítreos coloridos, fotos e gravuras, além de itens do mobiliário e objetos de decoração em variados tons.

Da sala ao lavabo

As formas retas dos móveis – como o sofá e as cadeiras – alinham-se à horizontalidade das esquadrias e do pé direito baixo na sala de estar. Esse recurso ajuda a direcionar o olhar do observador para a estante-galeria.

“Destaque especial fica para a iluminação, que busca valorizar trabalhos de artistas renomados, como Florian Raiss, Armando Prado, Monica Cintra e Jacqueline Terpins”. Todos nomes presentes "sobre" móveis e nas paredes do living.    

A cozinha gourmet, preta, é integrada à copa, cujas paredes levam a mesma madeira cumaru usada no piso. A harmonia entre a madeira e o aço inox é completada exatamente pelo vidro preto (Revest Glass) que reveste toda a área de cocção e trabalho no ambiente.

Por fim, no lavabo, a cuba Vidas Secas, na forma de balde de porcelana, leva a poesia para além das cores do projeto, homenageando o grande nome do regionalismo brasileiro, Graciliano Ramos. O ambiente faz vivenciar as cores e as texturas das terras nordestinas do país.

Ficha técnica

Apartamento no Itaim Bibi, São Paulo (SP)

Projeto de SQ+ Arquitetos Associados

Detalhes do projeto
  • Área Construída 200 m²
  • Conclusão da Obra 2009
  • Projeto Sidney Quintela Arquitetos Associados (SQ+)
  • Equipe Ricardo Abreu Borges (coordenador)
  • Colaboradores Camila Alves Correa e Ana Claudia Schad
  • Projeto Luminotécnico SQ+
Topo